Dois médicos morrem infectados com novo coronavírus no Rio de Janeiro

Atualizado

Dois médicos morreram em decorrência do novo coronavírus no Rio de Janeiro, segundo informações divulgadas pelo Cremerj (Conselho Regional de Medicina do Rio de Janeiro), nesta segunda-feira (6).

Profissionais da saúde serão testados para Covid-19 – Foto: Divulgação/Prefeitura do Rio/ND

Entre eles está o cardiologista Ricardo Antônio Piancenso, que trabalhava no Hospital Municipal Ronaldo Gazzola, em Acari, na zona norte, e que é referência no atendimento a pacientes com Covid-19. Ele chegou a ficar internado na unidade, mas não resistiu à doença.

Leia também:

Outra vítima é o anestesiologista José Manoel de Melo Gomes, que trabalhava no Hospital Naval Marcílio Dias, no Lins de Vasconcelos, também na zona norte.

Em nota, o Cremerj se solidarizou com familiares e amigos “neste difícil momento de dor”.

Testagem rápida de profissionais de saúde

A partir de terça (7), a Prefeitura do Rio vai promover a testagem rápida gratuita para diagnóstico da Covid-19 em profissionais de saúde no Hospital Ronaldo Gazzola.

Com o método, o resultado é obtido em 20 minutos após a coleta de sangue. Segundo a prefeitura, a testagem é importante para definir a permanência do profissional de saúde no atendimento, prevenindo a disseminação do vírus nas unidades.

A campanha, que tem o apoio da iniciativa privada, recebeu um primeiro aporte de R$ 1 milhão e importou 500 mil testes.

Saúde