Duas mulheres sofrem tentativas de atropelamento pelos ex-companheiros em Blumenau

Atualizado

Em um intervalo de seis horas, duas mulheres sofreram tentativas de atropelamento pelos ex-companheiros em Blumenau, no Vale do Itajaí. Em um dos casos, o agressor havia acabado de sair da prisão por ter batido na vítima.

Foto: Giovanni Silva/Divulgação/ND

O primeiro atendimento da PM (Polícia Militar) ocorreu às 11h desta quarta-feira (15). A mulher estava no mercado quando esbarrou com o ex. Eles chegaram a se cumprimentar dentro do estabelecimento, mas, na saída, a vítima foi surpreendida.

Ela conta que ele jogou o carro em cima dela por estar irritado com uma medida judicial que o obriga a pagar pensão à filha de cinco meses. A decisão foi informada pela Justiça em dezembro do ano passado.

Quando saiu do mercado da rua Guilherme Poerner e atingiu a ex- esposa, o homem desceu do veículo, deu tapas na vítima e a ameaçou de morte. Com a ação, ela machucou o pé.

O agressor deixou o local e não foi encontrado pela PM. O Samu atendeu a mulher e a liberou.

Leia também

Seis horas depois, por volta das 17h, um caso parecido foi registrado na rua Euclides da Cunha, no bairro Velha.

Uma moradora estava chegando à casa dela quando o ex-companheiro tentou a atropelar. Ela conseguiu pular em um barranco e com isso sofreu lesões no braço e na perna.

O homem havia acabado de sair de uma audiência de custódia. Ele fora preso no dia anterior por agredir a ex com socos no rosto. Porém, pagou fiança e foi liberado.

A PM não localizou o suspeito.

*Correção: Inicialmente a PM havia informado que a mulher marcou um encontro com o ex-marido para receber a pensão da filha. A vítima entrou em contato com a reportagem e corrigiu a informação. O texto está atualizado.

Polícia