Duas praias de Balneário Camboriú são aprovadas no Programa Bandeira Azul

Atualizado

As praias do Estaleiro e Estaleirinho, em Balneário Camboriú, foram aprovadas pelo júri nacional do Programa Bandeira Azul pelo segundo ano consecutivo. O resultado foi divulgado na semana passada. Em maio, a SEMAM (Secretaria do Meio Ambiente) solicitou a renovação do certificado do programa para a temporada 2019/2020.

Pelo segundo ano consecutivo, as praias do Estaleiro e Estaleirinho foram aprovadas pelo júri nacional do programa Bandeira Azul – Divulgação/PBC

O júri analisou a documentação enviada pelo município, com o objetivo de verificar se os requisitos do programa estão sendo cumpridos. A próxima etapa é obter a aprovação do júri internacional. As duas praias estrearam no Bandeira Azul em 2018.

“Essa aprovação pelo júri nacional é um procedimento padrão que ocorre todo ano nessa época em função da entrega da documentação, dos questionários em que comprovamos tudo o que foi feito na temporada passada, as atividades de educação ambiental realizadas, os aprimoramentos na infraestrutura, o que foi feito e o que vai ser feito para esta temporada”, diz o oceanógrafo especialista em gestão de praias do comitê gestor do Bandeira Azul, Luidgi Marchese.

Leia também: 

O selo internacional é concedido a praias e marinas que atenderam a uma lista de critérios ligados a questões ambientais e qualidade da água.

“Em setembro, passará pelo júri internacional. Se forem aprovadas, as praias terão a Bandeira Azul hasteada novamente em dezembro”, comentou Luidgi Marchese.

Sobre o Programa

O Programa Bandeira Azul foi criado pela FEE (Foundation for Environmental Education), uma instituição internacional com integrantes representando seus respectivos países. No Brasil, o Operador Nacional do Programa é o IAR (Instituto Ambientes em Rede).

As praias, marinas e embarcações inscritas no programa comprometem-se com o cumprimento de critérios propostos. Para ser certificada, a praia deve ser inicialmente aceita pelo Operador Nacional, recomendada pelo Júri Nacional e aprovada pelo Júri Internacional.

O Júri Internacional é composto pela FEE (Foundation for Environmental Education), IUCN (World Conservation Union), EUCC (European Union for Coastal Conservation), UNEP (United Nations Environmental Program), WTO (World Tourism Organization), WHO (World Health Organization), ILS (International Life Saving), ICOMIA (International Council of Marine Industry) e Reef Check Program.

Mais conteúdo sobre

Meio Ambiente