Educação recebe quase R$ 22 milhões em investimento, em São José

Os números são altos e motivo de festa para quem acredita que a educação é um dos direitos mais importantes do cidadão. A educação básica, aquela que começa ainda na primeira fase da criança com o acesso à creche e à alfabetização e segue até o fim do Ensino Fundamental, recebeu nesta quinta-feira (8) R$ 21,8 milhões em investimento. O recurso será aplicado em aquisição de diversos materiais pedagógicos e automóveis, reformas e ampliação de unidades escolares da rede municipal de São José.

O pacote foi apresentado a diretores e professores de escolas que se reuniram no salão do Cati (Centro de Atendimento à Terceira Idade), na Beira-Mar de São José, e ouviram da prefeita Adeliana Dal Pont item a item que será adquirido nos próximos dias. Entre eles, computadores (R$ 2,4 milhões), equipamentos para robótica, livros e jogos didáticos.

Também está prevista a instalação de parques (R$ 1,5 milhão), a reforma da Escola do Mar (R$ 192 mil) e a revitalização do CEM (Centro de Educação Municipal) Maria Iracema de Andrade (R$ 820 mil), que terá espaço para recreio e acessibilidade em todo o prédio. Essa escola, conhecida como Barreirão, é uma das maiores da rede pública municipal de São José, com 1.550 alunos e 28 salas de aula.

A construção do CEI (Centro de Educação Infantil) do loteamento Lisboa foi destacada pela prefeita como uma grande conquista. A estrutura do centro estava deficitária e as 230 crianças atendidas foram transferidas para dois prédios alugados pela prefeitura. O investimento no novo prédio é de cerca de R$ 1,6 milhão.

“É preciso investir nas pessoas. Isso aqui é um pacote de oportunidades para as nossas crianças e, consequentemente, para todos nós”, afirmou a prefeita. Adeliana disse que a gestão da prefeitura é feita de compartilhamento de responsabilidades entre ela e os secretários municipais. “Talvez seja por isso que tem dado certo”, ponderou.

Durante o evento no Cati também foi anunciado o chamamento de pelo menos 29 aprovados no concurso público de 2015 ainda neste mês de agosto. “Os aprovados logo tomarão posse”, disse a secretária Municipal de Educação de São José, Lilian Sandin Boeing.

Prefeita Adeliana Dal Pont apresentou aos diretores de escolas os investimentos que serão feitos na educação em São José – Marcela Ximenes/ND

Construtora abandona obra

A empresa licitada para construir o CEI Potecas, no bairro de mesmo nome, foi notificada pela Secretaria Municipal de Educação por ter abandonado a obra em fevereiro passado. O Centro de Educação Infantil deveria ser concluído e entregue no final deste ano à população do bairro. São 180 novas vagas de creche e pré-escolar que vão ter que esperar até todo o processo com a empresa contratada seja encerrado e então haja uma nova licitação.

De acordo com a secretária Municipal de Educação de São José, Lilian Sandin Boeing, as obras são acompanhadas de perto e quando ocorrem problemas, como o do CEI de Potecas, são tomadas providências para que não haja tanto atraso. Essa obra faz parte do Programa Proinfância, do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE).

Educação