Eleição presidencial da Nigéria é adiada por uma semana, para 23 de fevereiro

As eleições presidenciais na Nigéria, que aconteceriam hoje, foram adiadas em uma semana, até 23 de fevereiro, devido ao que a comissão eleitoral do país chamou de “desafios”. Os dois principais partidos que disputam o processo criticaram a decisão, anunciada aos eleitores poucas horas antes do horário marcado para início da votação.

De acordo com o presidente da comissão eleitoral da Nigéria, Mahmood Yakubu, o atraso de última hora na eleição presidencial não tem nada a ver com insegurança ou influência política.

Yakubu afirmou que, se a votação tivesse prosseguido como planejado, as unidades de votação não teriam sido abertas ao mesmo tempo em todo o país. “Isso é muito importante para as percepções do público sobre as eleições como livres, justas e confiáveis”, disse. Fonte: Associated Press.

Mais conteúdo sobre

Jornalismo