Em dia chuvoso, cobrança de Zona Azul em São José começa sem imprevistos

Começou nesta segunda-feira (1º) a cobrança da Zona Azul em São José, na Grande Florianópolis. O sistema já estava operando em fase de testes desde o dia 10 de junho, mas agora começa a operar oficialmente, com cobranças.

Vagas nos bairros Campinas e Kobrasol já foram demarcadas e começaram com as cobranças nesta segunda-feira – Divulgação/PMSJ/ND

A Zona Azul em São José funcionará de segunda a sexta, das 9h às 19h, e aos sábados, das 9h às 13h, com o tempo máximo de duas horas para estacionar em uma vaga.

O preço por hora é de R$ 2,50 para automóveis, caminhonetes, camionetas e similares; para ciclomotores, motocicletas, motonetas e similares, o valor da hora é de R$ 1,25.

Na primeira fase de implementação, o sistema irá operar nos bairros Campinas e Kobrasol. A previsão da implantação total é de 20 meses, abrangendo os bairros Forquilhinha, Centro Histórico, Avenida Leoberto Leal, em Barreiros, e o entorno da sede dos Correios, no bairro Nossa Senhora do Rosário.

Leia também:

Primeiro dia sem imprevistos

Nesta primeira etapa do sistema, cerca de 500 vagas foram disponibilizadas em 14 ruas dos bairros Kobrasol e Campinas.

As ruas contempladas são: Eugênio R. Koerich, Avenida Cruz e Souza, Rua Dinarte Domingues, Rua Adhemar da Silva, Avenida Elizeu Di Bernandi, Avenida Presidente Kennedy, Rua Emerson Ferrari, Rua Victor Meireles, Rua Margarida Abreu, Rua Capitão Adelino Plat, Rua Pref Silvestre Phillipi, Rua 19 de março, Avenida Altamiro Di Bernandi e Rua Charles Ferrari.

De acordo com a GMSJ (Guarda Municipal de São José), neste primeiro dia tudo ocorreu bem e dentro da normalidade, sem nenhuma ocorrência ou transtorno, apesar do dia chuvoso.

Também foi informado que nesta segunda-feira, os agentes da GMSJ responsáveis pela Zona Azul iniciaram o serviço mais cedo, por volta das 6h30, para verificar e resolver questões das vagas de recuo, que estavam em desconformidade com a regulamentação.

Mais conteúdo sobre

Trânsito