Empresário é preso em operação Falta D’Água no Distrito Federal

Atualizado

A operação Falta D’Água deflagrada na manhã desta quinta-feira pela força-tarefa do Gaeco também resultou em busca e apreensão contra a empresa AVS Importações e Exportações e seus sócios – Antônio Venâncio da Silva Júnior e Maria da Conceição Pinho Costa, no Distrito Federal. O empresário Antônio Júnior também acabou preso na operação.

Gaeco deflagra operação após problemas no fornecimento de água em Navegantes – RIC TV RECORD

Segundo o Ministério Público do Distrito Federal, a empresa tinha contratos de compra e venda de hidrômetros para a Secretaria de Navegantes. As provas indicam que ela recebia os valores integrais dos contratos, expedia notas fiscais nesses valores, mas entregava mercadorias em quantidade inferior. A diferença seria paga em dinheiro na conta do secretário.

As investigações apuram desvios de recursos públicos da Secretaria de Saneamento Básico do Município de Navegantes, em Santa Catarina, em benefício de agentes públicos, empresas e empresários.

A população enfrenta problemas de falta de água por carência de investimentos na área de coleta, tratamento e distribuição de água pelo município. Há indícios de envolvimento do ex-secretário de Saneamento Básico nos desvios de recursos.

Foram cumpridos seis mandados de prisão temporária em Navegantes (03), Curitiba (01), São José dos Pinhais/PR (01) e Brasília (01). Também já foram cumpridos 22 mandados de busca e apreensão em Navegantes, Penha, Bombinhas, Curitiba, São José dos Pinhais (PR) e Brasília (DF).

O ND não encontrou os advogados da empresa e dos sócios para comentar o caso. Um advogado que já atuou na área cível para a empresa conversou com a reportagem, mas disse que não foi acionado para tratar da defesa neste episódio.

Leia também:

Mais conteúdo sobre

Polícia