Escola do Futuro valoriza o aluno como protagonista do processo de ensino na Capital

Atualizado

Unidade na Tapera tem capacidade para 520 estudantes, 420 do 1° ao 9° ano do ensino fundamental e cem da Educação de Jovens, Adultos e Idosos – PMF/Divulgação/ND

O estudante como protagonista e principal agente no processo de ensino e aprendizagem. A Escola do Futuro da Tapera, inaugurada nesta segunda-feira (17) pela Prefeitura de Florianópolis, foca o método de ensino na participação ativa do aluno e abrange no currículo o ensino de múltiplas linguagens, como português, inglês, Libras (Língua Brasileira de Sinais), além do letramento digital – que é relativo a modos de ler, escrever e interpretar informações, códigos e sinais verbais e não-verbais com o uso de dispositivos digitais.

A intenção é possibilitar que os alunos resolvam problemas ao unir ideias que pareciam desconectadas, o que melhora o aprendizado interdisciplinar e leva os estudantes ao centro processo cognitivo, na interação, por meio das suas respostas. Durante essas atividades, eles exercem a colaboração e aprendem uns com os outros. Essa é a proposta do método Steam, que será utilizado na instituição, no qual o professor oferece mediação e apoio aos estudantes, e também é parte desse esforço colaborativo.

“Essa é uma escola inovadora, ativa. Uma unidade em que em tempo integral ou em contraturno, os estudantes terão à disposição um mundo cheio de oportunidades para aprendizado. Educação é prioridade na nossa gestão e investimos em toda a estrutura para que os estudantes da rede municipal possam ter um ensino de qualidade, com todo o aparato e conforto necessários”, afirma o prefeito Gean Loureiro.

Escola abrange ensino de múltiplas linguagens. Na foto, o secretário de Educação de Florianópolis, Maurício Pereira e a diretora da instituição de ensino Melize Daniel – PMF/Divulgação/ND

Espaço para 520 estudantes

A unidade tem capacidade para atender cerca de 520 estudantes, sendo 420 do 1° ao 9° ano do ensino fundamental e cem na modalidade EJA (Educação de Jovens, Adultos e Idosos), no período noturno.

Com 12 salas de aula, serão cinco turmas dos anos iniciais em tempo integral e oito turmas dos anos finais em tempo parcial, com atendimento no contraturno por meio de oficinas e projetos.

O secretário de Educação de Florianópolis, Maurício Fernandes Pereira, destaca a importância da iniciativa. “Temos atividades tecnológicas, arte, matemática, ciências, línguas e espaço maker. É uma escola que nos enche de orgulho. Uma escola pública, 100% gratuita,  à disposição de todos”, acrescenta.

A construção, com 5.455,20 m², tem diversos laboratórios, espaço maker, sala de artes, sala de música, sala de tecnologias, sala multimeios, biblioteca, além de um ginásio de esportes. A escola conta ainda com 2 quadras esportivas e refeitório. O investimento total foi de R$ 11 milhões e 785 mil. A escola está situada na Rodovia Açoriana, em frente ao n° 1580.

Primeira escola do futuro da Capital foi aberta neste mês em Ratones – Cristiano Andujar/PMF/Divulgação/ND

Primeira escola inaugurada em Ratones

A primeira Escola do Futuro da Capital foi aberta neste mês, com o início das aulas na Escola Básica Municipal Mâncio Costa, em Ratones. Mas a partir desta segunda-feira (17), os estudantes do 1º ao 3º ano terão aula em período integral. Das 8h às 17h, dentro do currículo, serão ofertadas disciplinas como empreendedorismo educacional, artes cênicas e visuais, música, ambiente e sustentabilidade, dança, esporte e movimento.

Do 4º ao 9º ano, as aulas são em meio período e, no contraturno, há projetos de ampliação da jornada escolar, como clube da língua portuguesa e rádio escolar. A unidade conta com diversos ambientes pedagógicos, a exemplo do laboratório de ciências e sala multimeios. Há também o espaço maker, que tem possibilita ao estudante, construir, modificar e fabricar os mais diversos tipos de objetos e projetos com suas próprias mãos, ressignificando as aprendizagens e concretizando saberes.

A unidade tem capacidade para até 560 estudantes e contempla o ensino de múltiplas linguagens, como a instituição da Tapera.

O prédio abrange 5.627,56m² de área construída, com 13 salas de aula, auditório, biblioteca, sala de expressão corporal, ginásio de esportes e quadra descoberta. A Prefeitura investiu de R$12 milhões na Mâncio Costa.

Uma das inovações sustentáveis utilizadas na instituição de Ratones é a utilização da água da chuva em casos como limpeza da unidade, descarga dos banheiros e na jardinagem. Isto é possível porque, na construção, há uma laje técnica com capacidade para armazenar 48 mil litros de água.

Segundo o prefeito da Capital, Gean Loureiro, este modelo educacional foi planejado para que os estudantes tenham um futuro promissor, para que a capacitação de profissionais aconteça desde o 1° ano do ensino fundamental.  “Buscamos que quando um estudante se forme na rede municipal de ensino, ele saia preparado para o mercado de trabalho. A Escola do Futuro foi criada para servir de modelo nacional, queremos ser laboratório de pesquisa para o país inteiro, por conta da inovação e qualidade no ensino”, destaca.

O Secretário de Educação da Capital, Maurício Fernandes Pereira, explica que a metodologia está voltada a um modelo de ensino integrado, em que a criatividade e a pesquisa são os principais estímulos. “O estudante será incentivado a conquistar autonomia”, acrescentou.

Pereira reforça que os estudantes participarão de experiências e vivências conectadas ao seu mundo real, focadas em resolver situações existentes, proveniente de sua curiosidade e busca de aprendizagem tanto da realidade interna como do mundo externo.

Secretário de Educação de Florianópolis, Maurício Pereira, e a diretora da escola da Tapera, Melize Daniel, na nova estrutura que será inaugurada nesta segunda-feira (17)

Estrutura da Escola do Futuro da Tapera

-12 salas de aula, sendo cinco salas para os anos iniciais e sete ambientes didáticos para os anos finais.

-Os ambientes didáticos são formados pelos  laboratórios de Língua Portuguesa, Matemática, História, Geografia, Línguas (Inglês/Libras), Ciências, Educação Física/Dança

-Sala de apoio pedagógico

-Sala de artes visuais

-sala de música

-Estúdio

-Sala de tecnologias

-Espaço maker

– Biblioteca

– Salas de leitura

– Sala  multimeios

-Sala dos professores

– Copa dos profissionais

– Sala da radio escola

– Sala de planejamento

-Sala de direção e administração escolar

-Sala da equipe pedagógica

-Sala da EJA

-Sala de atendimento

-Secretaria escolar

– Sala de fotocópia/almoxarifado

– Ginásio de esportes com capacidade para 1.428 pessoas

-Duas quadras esportivas

– Sala do grêmio estudantil

– Refeitório com capacidade para 126 pessoas

– Parque

-Pátio interno e externo

Serviço

O quê: inauguração da Escola do Futuro da Tapera

Quando: segunda-feira, dia 17 de fevereiro

Horário: 9 horas da manhã

Endereço: A escola está situada na Rodovia Açoriana, em frente ao n° 1580.

Conforme determina a Lei Municipal nº 10.199, de 27 de março de 2017, a Prefeitura Municipal de Florianópolis informa que a produção deste conteúdo não teve custo, e sua veiculação custou R$2.000,00 reais neste portal.

Prefeitura de Florianópolis