Esquema 138: Taxista quebra o silêncio e se manifesta através de advogado

Defesa de permissionário rebate que homem não tem privilégios nos órgãos de fiscalização e paga todas as multas que recebe

 Fábio Bispo/ND
 
Homem que dirige o táxi de isaías diz que ele está afastado por problemas pessoais

Isaías Gomes dos Santos, o permissionário do táxi 138 e acusado de controlar ilegalmente mais de 10% da frota de táxis de Florianópolis, decidiu se manifestar publicamente por meio de seu advogado, Rodrigo Roberto da Silva. Depois de 13 dias de silêncio, o advogado de Isaías rebate a publicação das reportagens que revelaram um esquema ilegal de compra e venda de táxis. Silva limitou-se a questões pontuais.

Além de negar todas as acusações, o advogado do taxista apresentou argumentos. “Diferente do que os jornais divulgaram, o Isaías não possui nenhuma multa de trânsito a ser paga. Nem foi beneficiado para tirar multas do seu táxi”, declara, mostrando vários boletos de pagamento de multas. O advogado também negou que seu cliente teria um apartamento de luxo no bairro João Paulo, como divulgou o Notícias do Dia, no dia 29, a partir das denúncias. “Isaías mora em Palhoça com sua esposa Tatiani, e nas declarações de Imposto de Renda não consta este imóvel”, rebate o advogado.

Isaías é acusado, por diversos taxistas, de ser arrendatário de placas de táxis na cidade. Segundo as denúncias, ele pagaria uma luva (valor pela compra do ponto) e mensalmente repassaria ao verdadeiro permissionário uma quantia pré-definida como forma de aluguel. A prática contraria a lei municipal 085/2001, que admite apenas um táxi por pessoa. Tanto arrendante como arrendatário estariam infringindo as normas da legislação municipal.

Nos próximos dias, Rodrigo da Silva apresenta a defesa de Isaías na prefeitura contra um processo administrativo aberto pelo Núcleo de Transportes. O advogado não soube esclarecer desde quando Isaías é taxista ou como ele e mais seis membros da família adquiriram permissões para administrar táxis na cidade.

Taxista está afastado

Desde que o Notícias do Dia e a Ric/Record começaram a divulgar as denúncias, muitos taxistas afirmam que Isaías está sumido na praça. Nesta terça-feira, o táxi 138 foi localizado nas ruas de Florianópolis, mas não era Isaías quem estava dirigindo. O motorista que conduzia o táxi de Isaías informou que não sabe onde poderíamos encontrar o permissionário daquele táxi, e, que nos últimos dias ele está afastado dos trabalhos por problemas pessoais.

Na primeira entrevista, concedida ao Notícias do Dia e ao programa Visão Geral, ainda antes da veiculação das denúncias, Isaías afirmou que sua renda depende do táxis e é desta forma que ele mantém a família. “Tenho meu táxi e trabalho das 7h às 17h”, afirmou, antes de ser acusado.

Atualmente, o ponto do táxi 138 é na rua Emílio Blum, Centro de Florianópolis. Ele foi localizado depois de fazer uma corrida entre o ponto e a avenida Rio Branco.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Notícias

Loading...