Esquema de segurança da Oktoberfest 2019 terá drones e reconhecimento facial

Uma das principais datas festivas do calendário catarinense, a 36ª edição da Oktoberfest tem início nesta quarta-feira (9), na cidade de Blumenau, no Vale do Itajaí. A expectativa da organização do evento é que mais de 600 mil pessoas passem pelo local.

As polícias Militar e Civil preparam esquemas especiais de segurança para a festa, que acontece até o dia 27 de outubro no Parque Vila Germânica.

Oktoberfest terá esquema especial de segurança – Foto: PMSC/Divulgação/ND

Delegacia dentro do evento

Segundo o delegado Regional de Blumenau, Egídio Ferrari, a polícia deverá ser acionada em qualquer situação envolvendo crimes como furtos, roubos, agressões, abuso ou importunação sexual.

Ainda segundo Ferrari, dentro do Parque Vila Germânica há uma delegacia da Polícia Civil montada em frente ao setor 3, para atendimento a ocorrências.

De acordo com o comandante do 10º Batalhão da PM, tenente-coronel Jefferson Schmidt, a Polícia Militar terá um posto de atendimento ao lado da entrada principal do evento.

Conforme a PM, em caso de ocorrências mais graves, que não possam ser atendidas no local, haverá os devidos encaminhamentos.

Drones e câmeras com tecnologia de reconhecimento facial fazem parte do pacote – Foto: PMSC/Divulgação/ND

Reforço no policiamento

Em relação ao reforço no policiamento, a PM adiantou que cerca de 30 policiais militares de outros municípios ajudarão na segurança durante os dias de semana do evento.

Já nos finais de semana, o reforço chegará a 100 policiais militares. Será feito revezamento deles para não prejudicar as cidades dos agentes.

A corporação, no entanto, não informou o número total de policiais que irão atuar, incluindo os agentes do município e região.

Durante a festa, a PM irá realizar policiamento ostensivo a pé no interior do pátio da Vila Germânica.

“Esse policiamento não será realizado dentro dos pavilhões, só se houver necessidade de intervenção, bem como nas adjacências”, explica Schmidt.

Além do policiamento, haverá 270 agentes de segurança e 70 brigadistas para casos emergenciais, segundo a organização do evento.

Drones e câmeras ajudam na segurança

A PM fará o monitoramento em pontos estratégicos com drones e câmeras com tecnologia de reconhecimento facial, que serão acopladas nos coletes dos policiais e farão as filmagens durante as abordagens.

Segundo a corporação, a coordenação do procedimento será feita pela Diretoria de Tecnologia e Informática em conjunto com o Batalhão Aéreo da PM-SC (Polícia Militar de Santa Catarina).

As câmeras de videomonitoramento serão colocadas no entorno da Vila Germânica. Internamente, haverá duas salas de monitoramento, sendo a primeira no posto de atendimento da PM. A segunda ficará no interior do micro-ônibus alocado ao lado do ginásio do Galeão, na rua Humberto de Campos.

“No sistema de videomonitoramento também estarão interligadas as câmeras internas da própria Vila Germânica. O intuito é que seja utilizado o banco de dados dos indivíduos que possuem mandado de prisão em aberto”, afirma Schmidt.

Emergências médicas

De acordo com a organização da festa, em casos de emergência haverá um setor de enfermaria disponível, ao lado do setor 3.

Também serão disponibilizadas, conforme os organizadores, duas ambulâncias, uma básica e uma avançada. As unidades móveis farão os encaminhamentos necessários.

Perda de objetos

Caso um dos participantes do evento perca ou ache algum objeto, haverá um setor de achados e perdidos na área da Polícia Civil, em frente ao setor 3.

Leia também:

Mais conteúdo sobre

Polícia