Está pensando em clarear os dentes? Veja relato de especialista sobre procedimentos

Atualizado

O objetivo desse post não é fechar a questão, mas simplesmente discutir o tema, mostrando um ponto de vista e condutas adotadas na clínica do Dr. Pedro Alexandre, cirurgião dentista que é referência em estética dental.

Dr. Pedro Alexandre, referência em estética dental – Foto: Foto/Divulgação

“O tema é vasto e muitos pontos podem ser explicados, e se dúvidas aparecerem, podemos discutir mais à frente. Vou limitar o assunto a combinação de formas de clareamento” responde o dentista. Ele aponta um caso.

Combinação de técnicas: Em casa e no consultório

– Inicio mostrando esse caso impactante de combinação de clareamento de consultório, com peróxido de hidrogênio 38% por duas sessões, e clareamento caseiro com apenas uma seringa de peróxido de carbamida 16%.

O material utilizado foi Potenza Bianco @phsdobrasil e o tempo total do tratamento foi de 14 dias contados a partir da primeira sessão.

Dia 1

Realizamos a primeira sessão de clareamento com a aplicação de 20 minutos de gel combinado de luz híbrida LED/Laser e moldagem para confecção das moldeiras para utilização do gel caseiro.

Dia 2

No dia seguinte à moldagem e à primeira sessão, a paciente recebeu as moldeiras e a bisnaga de peróxido de carbamida 16%.

Se houve sensibilidade? Paciente não relatou. Foi orientada a iniciar já nesse dia o clareamento em casa, inicialmente com o gel durante a noite.

Entenda:

– Os géis para clareamento caseiro possuem várias concentrações: Peróxido de carbamida 10%, 16% e 22% e peróxido de hidrogênio 4%, 6%, 7,5% e 10%.

– Saiba que cada concentração tem uma indicação 10 e 16% de peróxido de carbamida e o dentista pode indicar para seu paciente dormir, obviamente monitorando a sensibilidade.

– Do peróxido de hidrogênio, procuramos dar apenas a indicação de uso diurno, ajustando o tempo à concentração, maior concentração menor o tempo, de acordo com o perfil do paciente.

Dia 3

8 dias após a primeira sessão de clareamento, realizamos a segunda sessão, com o mesmo produto Potenza Bianco 38% e mesmo tempo de luz e aplicação do gel por 20 minutos.

O protocolo de luz utilizado foi 8 minutos no total, intercalando 1 por arcada, ou seja, cada arcada recebe 4 minutos de luz. Nessa segunda sessão, a paciente relatou leve sensibilidade.

Tratamento da sensibilidade: durante o clareamento a paciente foi orientada a fazer uso de cremes dentais próprios para isso.

Dia 4

14 dias depois da primeira sessão de clareamento, a seringa de peróxido de carbamida terminou e a paciente retornou, e foi tirada a foto que mostra a cor dos dentes em 1M1 – 1M2.

Resultado considerado impressionante pelo especialista – Foto: Foto/Divulgação

“Resultado até certo ponto impressionante, ao meu ponto de vista, pois esperava maior dificuldade em clarear o caso, pelas características dos dentes”, diz Dr. Pedro Alexandre.

“Esse protocolo simples e que usamos de rotina na clínica pode variar conforme a necessidade do caso, se você não quiser usar luz, ou não gostar de usar, talvez seja interessante 3 ou 4 sessões de peróxido de hidrogênio 38%”.

Outros materiais podem também ser utilizados com o mesmo resultado.

Entenda que o clareamento depende muito mais de um correto diagnóstico da dificuldade de cada caso em questão, do que propriamente do material, pois hoje a maioria dos géis tem muita qualidade.

Uma dica importante no clareamento de consultório, se você guarda o gel na geladeira, retire ele bem antes, pois o gel em baixa temperatura terá ação diminuída.

SE TIVEREM DÚVIDAS SÓ AVISAR!

Dr. Pedro Alexandre / Dentista / CRO/SC 8893

Rua Presidente Nereu Ramos, 19 – Ed. Irmãos Daux – Salas 605 e 606 – Centro – Florianópolis/SC

Saiba mais sobre este trabalho em:

http://www.pedroalexandre.odo.br/

 #clareamentodental #phsdobrasil @phsdobrasil

#odontologiaestetica #drpedroodonto @drpedroodonto

Edição: Alessandra Cavalheiro

Mais conteúdo sobre

Saúde Mais