“Estão levando para abatedouro”, diz defesa do acusado de torturar e matar enteado

Atualizado

Hildomar Alexandre Zabel, de 23 anos, é o principal suspeito de torturar e matar o enteado, o pequeno Enzo Cybell Koppen, de apenas 3 anos. Na manhã desta sexta-feira (22), o suspeito prestou depoimento e negou as acusações, afirmando ter sido um acidente.

Em seguida, o advogado do padrasto, Hermes Soehte, concedeu entrevista exclusiva à RICTV. O defensor reforçou a versão de acidente, dizendo que o menino caiu da cama. Também alegou que a queda não aconteceu na casa do suspeito.

Leia também:

Ao contrário do que dizem Promotoria e polícia, o advogado afirma que o acidente ocorreu na casa da avó da criança, e não na residência de Hildomar.

Enzo foi torturado e assassinado – Foto: Reprodução/RICTV

O advogado ainda criticou o laudo pericial, dizendo que a causa da morte não ficou clara. Também enfatizou que Hildomar e Enzo possuíam uma relação de pai e filho.

Por fim, o advogado criticou a demora do hospital em prestar atendimento ao garoto. Sobre seu cliente, ele afirmou que “estão levando o cidadão para a condenação como levam animais para o abatedouro”.

Mais conteúdo sobre

Polícia