Fabio Gadotti

fabio.gadotti@ndmais.com.br Comportamento, políticas públicas, tendências e inovação. Uma coluna sobre fatos e personagens de Florianópolis e região.


Evento na UFSC vai discutir “jornalismo e privacidade na década da transparência”

 “Jornalismo e privacidade na década da transparência” é o tema de um evento que será realizado nesta terça-feira, no auditório da Biblioteca Universitária da UFSC.  A iniciativa, que faz parte das celebrações dos dez anos do Programa de Pós-Graduação em Jornalismo (POSJOR) e dos oito anos do Observatório da Ética Jornalística (objETHOS), será realizado das 14 às 17h e das 19 às 22h. É gratuito e aberto ao público, mas terá inscrições limitadas, no próprio local.

Durante a tarde, a mesa “Liberdade de expressão, de imprensa e direito ao esquecimento”, contará com a participação da pesquisadora Denise Pinheiro (Udesc) e do advogado José Vitor Lopes e Silva, presidente do Instituto Catarinense de Direito Digital. A mediação é do coordenador do objETHOS e professor da UFSC, Rogério Christofoletti. Já à tarde, o debate será sobre “Privacidade, transparência e ética”, com a participação do professor e pesquisador português Carlos Camponez, da Universidade de Coimbra, e do professor Rogério Christofoletti. A mediação é do professor Samuel Lima (UFSC), também coordenador do observatório.

Segundo Christofoletti, a proposta do evento é trazer um debate qualificado sobre um assunto que tem trazido muitas discussões tanto para o jornalismo, como para áreas como direito e tecnologia. “Estamos vivendo tempos de invasão de privacidade, de altíssima exposição em redes sociais, de vigilância massiva, de coleta de dados pessoais sem o conhecimento dos cidadãos e de direito ao esquecimento. Debater o tema da privacidade é discutir também a liberdade e a própria individualidade”, comenta. O tema também dialoga com pesquisas desenvolvidas pelo grupo.

Evento debate ética na atividade jornalística - divulgação/ND
Evento debate ética na atividade jornalística – divulgação/ND

Loading...