Ex-advogado procurado pela Interpol e suspeito de enganar 900 vítimas é preso em SC

Atualizado

Um ex-advogado de 61 anos, foragido da Justiça desde 2016, foi preso nesta sexta-feira (23) em Balneário Piçarras, no Litoral Norte de Santa Catarina. O homem, que constava na lista de procurados da Interpol (Organização Internacional de Polícia Criminal), é suspeito de aplicar golpes em centenas de clientes na condição de advogado radicado em Braço do Norte, no Sul do Estado.

Polícia Civil prendeu ex-advogado em Balneário Piçarras – Arquivo/Polícia Civil/Divulgação/ND

De acordo com a Polícia Civil, havia sete mandados de prisão contra o ex-advogado, que responde a 150 inquéritos policiais por estelionato. O levantamento policial aponta cerca de 900 vítimas, cujos prejuízos alcançaram aproximadamente R$ 5 milhões.

Leia também:

A prisão, realizada pela Polícia Civil de Tubarão, aconteceu após meses de investigação por parte da DTCA (Delegacia de Delitos de Trânsito e Divisão de Crimes Ambientais). Os trabalhos foram coordenados pelo delegado Cristiano Léo Fabiani, com o auxílio do delegado Bruno Marinho, da Delegacia de Polícia de Braço do Norte.

Polícia