Fábrica clandestina de álcool gel é descoberta em Criciúma

Atualizado

Uma fábrica clandestina de álcool gel foi encontrada pela Polícia Civil, nesta segunda-feria (23), no bairro Bitencourt, em Criciúma, no Sul de Santa Catarina, após denúncia anônima. O produto era fabricado com álcool de posto (etanol) e gel de cabelo.

Homem fazia álcool gel com etanol e gel de cabelo – Foto: Divulgação/Polícia Civil/ND

Segundo a Polícia Civil, a fabrica ficava escondida em uma residência. Diante das informações, os agentes se deslocaram ao local e foram recebidos pelo responsável da fabricação.

Em seguida, o homem negou qualquer fabricação do material naquele local. No entanto, logo em seguida levou a equipe aos fundos da sua casa e mostrou uma batedeira, bacia, embalagens de gel de cabelo vazias e galões com etanol.

Leia também: 

Além disso, diversas embalagens de álcool em gel, sem identificação, já estavam preparadas para comercialização. O homem informou que fabricava o produto e vendia conforme era pedido por telefone.

Diante dos fatos, foi solicitado que o homem acompanhasse a equipe até a Delegacia de Polícia para os procedimentos cabíveis.

Polícia