Falsa acusação de estupro contra ex-marido leva ao indiciamento de mulher no Norte de SC

Atualizado

Uma mulher de 29 anos foi indiciada pela Polícia Civil após acusar falsamente o ex-marido de estupro, em Joinville, no Norte de Santa Catarina. O inquérito foi encerrado nesta terça-feira (6), sob a acusação de denúncia caluniosa, crime previsto no artigo 339 do Código Penal, com pena que pode chegar a oito anos de reclusão e multa.

Mulher de 29 anos pode ser responsabilizada pelos danos morais causados, além da possibilidade de responder a um processo criminal por ter mentido – Pixabay/Divulgação/ND

Segundo a Polícia Civil, a acusada alegou ter sofrido violência sexual com o objetivo de criar uma justificativa falsa perante o novo relacionamento do ex-marido. A ex-mulher chegou a registrar boletim de ocorrência e se submeteu a um exame pericial para comprovação do suposto estupro, que causou instauração de investigação policial.

Leia também:

Ainda de acordo com a Polícia Civil, a acusada está sujeita a responsabilização pelos danos morais causados, além da possibilidade de responder a um processo criminal por ter mentido.

Em nota, a DPCAMI (Delegacia de Proteção à Criança, Adolescente, Mulher e Idoso) de Joinville orientou a população sobre as consequências do deslocamento de recursos para verificação de falsas denúncias e registros de ocorrência. O ato irresponsável causa prejuízos financeiros e prejudica crianças, adolescentes, mulheres ou idosos em risco, vítimas que realmente precisam de ajuda policial especializada.

Polícia