Falso padre é preso acusado de aplicar golpe de R$ 100 mil

Um falso padre foi preso nesta quarta-feira (4). O homem que se passava por padre foi detido pela polícia do Rio de Janeiro. Ele agia na Baixada Fluminense e chegou a rezar uma missa por lá. O falso padre aplicou golpes e chegou a receber R$ 100 mil de uma família para atuar na anulação de um casamento.

Polícia está investigando o falso padre – Foto – Divulgação – Polícia RJ

O falso padre nasceu em Pernambuco, porém, conheceu a família a quem iria aplicar o golpe no Rio de Janeiro, onde morou de favor na casa dela por dois anos.

Como os membros da família queriam anular o casamento de uma das filhas recorreram ao falso sacerdote, que pediu a quantia em dinheiro para conseguir realizar o serviço.

Falso padre é acusado de furto de celular

A demora com que o falso sacerdote apresentava para resolver o caso fez com que a família procurasse a Polícia. Os policiais então começaram a investigar o caso e chegaram a prisão do homem, que alegou que o dinheiro seria usado para cobrir os gastos com viagens ao Vaticano para conseguir resolver as pendências burocráticas.

Além de passar por padre, o homem também dizia ser doutor em filosofia. Ele informava aos “fiéis” que começaria a dar aulas em uma universidade federal do Rio de Janeiro.

O homem, que também foi acusado de furtar um aparelho celular da família, foi indiciado também pelo crime de falsidade ideológica. Apesar disso, após ser localizado e prestar depoimento, foi liberado e vai responder ao processo em liberdade. O Ministério Público vai apresentar a denúncia do caso nos próximos dias.

Leia também:

Tubarão em SC: ND checa imagem que viralizou nas redes sociais

Mais conteúdo sobre

Brasil