Falso produtor usa Brasileirinhas para fazer sexo com aspirantes a atriz

Golpista com nome mais “lugar comum” não poderia haver. Ainda assim, um sujeito de codinome “Ricardo” tem conseguido enganar muita gente. Ele vinha se passado por representante da produtora nacional de filmes pornôs “Brasileirinhas”.  A denúncia chegou ao jornalista Ricardo Feltrin, que publicou em sua coluna, no Uol.

Golpista usava Whatsapp para convencer as candidatas – Reprodução

O que o Ricardo fazia era aliciar jovens aspirantes ao cargo de atriz pornô. Por meio de Whatsapp ou celular, ele convencia as moças, falava sobre cachês e, finalmente, marcava os “testes”. Estes, consistiam em manter relação sexual com ele. Um detalhe: Ricardo prometia R$ 200 para as “reprovadas” no teste.

Ao tomar conhecimento da fraude, os advogados da produtora Brasileirinhas acionaram a Polícia. Segundo o colunista, um Boletim de Ocorrência foi lavrado na 3ª DP de Campos Elísios, em São Paulo. A produtora alerta que não possui representantes externos, e que as candidatas passam por longa avaliação, tudo nas dependências da empresa.

Leia também:

Polícia