Família que morreu em acidente na BR-282 viajava por exame de criança

Atualizado

A família que morreu no acidente na BR-282 em Águas Mornas, na tarde dessa quarta-feira (16), retornava a Ituporanga, no Vale do Itajaí, após um exame médico feito em Florianópolis.

Segundo Fernanda Figueiredo, parente das vítimas, a menina de 7 anos era cardiopata e esteve no Hospital SOS Cardio, no Itacorubi. A criança de 5 anos viajou junto por curiosidade.

Nesta quinta-feira (17), Fernanda falou rapidamente com a reportagem do ND, pois estava ocupada com os trâmites legais.

Vítimas tiraram foto antes do acidente – Foto: Reprodução/Arquivo Pessoal

O velório das vítimas ocorre na Igreja do Evangelho Quadrangular, no Centro de Ituporanga. Uma cerimônia será realizada às 7h desta sexta-feira (18), seguida pelos sepultamentos, no cemitério municipal.

Nesta manhã, Fernanda postou nas redes sociais uma foto em homenagem às vítimas. “Aí eu pego o celular de vocês e encontro isso… Os quatro amores da minha vida partiram, assim como nessa foto, que foi tirada ontem momentos antes da tragédia”.

Meninas estavam na cadeirinha de segurança

O acidente ocorreu por volta das 16h30. As vítimas são as duas crianças e duas mulheres, de 31 e 53 anos. Até a publicação, o ND não confirmou o grau de parentesco entre elas.

Conforme a PRF (Polícia Rodoviária Federal), as meninas estavam corretamente colocadas nas cadeirinhas de segurança no veículo. Apesar do dispositivo de segurança, o impacto foi tão forte que elas não resistiram. 

Leia também

Suspeita de alta velocidade

As causas do acidente ainda são apuradas pela PRF. Segundo a corporação, indícios apontam que o acidente pode ter ocorrido porque o Toyota Corolla em que estavam as vítimas transitava em alta velocidade. Além disso, a pista estava molhada por causa das chuvas.

Acidente deixou quatro vítimas fatais – Foto: Divulgação/PRF/ND

A condutora do Corolla perdeu o controle do veículo e rodou na pista ao tentar fazer uma curva. Na sequência, a parte traseira do veículo colidiu de frente com uma Toyota Hilux SW4, que vinha no sentido contrário.

Ainda conforme a PRF, um teste de etilômetro foi feito em ambos os motoristas. O resultado deu negativo, indicando que ninguém havia consumido álcool.

O trecho de serra onde ocorreu o acidente fica entre os municípios de Santo Amaro da Imperatriz e Alfredo Wagner, na Grande Florianópolis. Segundo a PRF, o local possui curvas bem fechadas, com subidas e descidas íngremes.

A PRF ressaltou que é necessário bastante atenção no local, principalmente em dias chuvosos. Nestas condições, um grande número de acidentes costuma ser registrado no local.

Mais conteúdo sobre

Trânsito