Farra do boi mobiliza a Polícia Militar no sábado (8). Confira galeria de imagens

Tumulto e confusão marcam ocorrência na Sexta-feira Santa no Santinho, Norte da Ilha

Fotos Marco Santiago/ND

Até o helicóptero Águia, da Polícia Militar, dá apoio a operação contra farra

No sábado de Aleluia (7), a Polícia Militar mantém-se alerta para coibir a prática da farra do boi em Santa Catarina. Na sexta-feira (6), contudo, cenas de batalha campal foram protagonizadas entre moradores da praia do Santinho, norte da Ilha, e policiais militares.

Revoltada com a apreensão de um animal que seria utilizado numa farra do boi, uma multidão de quase uma centena de pessoas jogou pedras e fgos de artifício contra os soladados, que revidaram com tiros de borracha e bombas de efeito moral. Um adolescente foi apreendido, mas em seguida liberado. Não houve feridos.

Uma das casas da  rua Vereador Osnildo Lemos havia sido transformada em arquibancada para a farra. Quando as primeiras viaturas chegaram, de tarde, os policiais foram recebidos com pedras e gritos. Das sacadas, farristas gritavam: “Farra é tradição, não crime!”. Encurralados, soldados revidaram com balas de borracha e bombas. O animal só foi recolhido por volta das 17h. Para conseguir sair do bairro, os policiais receberam apoio de tropa de choque e até do helicóptero Águia, da corporação. Sete viaturas e 30 policiais estavam mobilizados na operação.

O laçador Sebastião Prates Pires, 27, atua na retirada de bois apreendidos na Grande Florianópolis. Neste ano, conta, recolhei 16 animais. A cada frete, recebe R$ 1 mil. Acostumado à tarefa, Sebastião ficou assustado com a reação dos moradores. “Nunca tinha acontecido isso. Eles jogaram pedras no caminhão”, relatou. As marcas estavam na lataria do veículo. O animal foi levado para o pátio da Ciasc (Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina), em Palhoça.

Confira galeria de fotos da ação

Norte da Ilha viveu momentos de tensão na Sexta-feira Santa
Soldados usaram bomba de efeito moral contra os moradores
Comunidade, revoltada, acompanhou em peso ação da polícia
Policiais armados na operação de recolhimento do animal na farra
Caminhão onde ficou o boi apreendido foi apedrejado no Santinho
População local enfrentou policiais aos gritos: “Farra é tradição, não crime”
Tropa de choque precisou intervir. Trinta policiais estavam na operação

Acesse e receba notícias da Grande Florianópolis pelo WhatsApp do ND+

Entre no grupo
+

Notícias