Feminicídio: Policial militar aposentado mata a esposa em Camboriú

O policial militar aposentado José Putti, conhecido como “Putti”, matou a esposa e depois se suicidou. O caso ocorreu no início da tarde desta terça-feira (7), na rua Monte Caraíba, no bairro Monte Alegre, em Camboriú.

Feminicídio ocorreu no Bairro Monte Alegre, em Camboriú – Foto: PM/divulgação/ND

Segundo a PM, o casal já estava separado há cerca de dois meses. Nesta terça, a mulher foi até a casa em que morava com o companheiro para buscar pertences, porque iria se mudar para outro local. Foi neste momento que começou uma discussão.

Vizinhos tentaram impedir, mas o policial militar ainda teria feito disparos para cima, para afastar a vizinhança.

Na discussão, a mulher, Neiva Mendes, de 52 anos, conhecida como Neiva Cabeleireira, foi morta a tiros. Na sequência, o policial militar se matou. Ele tinha 71 anos e era reformado desde 30 de novembro de 1992.

Este é o segundo feminicídio na região nos últimos dias. Na quarta-feira (2), uma mulher de 27 anos foi morta a facadas pelo ex-namorado.

Leia também:

Mais conteúdo sobre

Polícia