Ficou para terça a reunião que vai discutir futuro de recicladores abandonados na Vigorelli

Secretaria de Assistência Social, Seinfra e Fundema estão envolvidos na busca por solução para dez pessoas que ficaram sem trabalho

Fabrício Porto/ND

Nove mulheres e um homem ficaram sem trabalho após
casal responsável pela venda dos materiais recicláveis
abandonou o local, há cerca de um mês

Está prevista para esta terça-feira (17) à tarde, em horário não confirmado, a reunião entre a Secretaria de Assistência Social e a Seinfra (Secretaria de Infraestrutura) para definir o futuro dos dez recicladores do galpão Vigorelli, no bairro Vila Cubatão. Os trabalhadores, nove mulheres e um homem, ficaram sem serviço depois que o casal responsável pela venda dos recicláveis abandonou o local há quase um mês. A reunião era para ocorrer nesta seguda-feira, mas a Assistência Social também quer que a Fundema (Fundação Municipal do Meio Ambiente) participe da discussão com os trabalhadores.

De acordo com a gerente da Unidade de Gestão e Fomento à Geração de Renda da Secretaria de Assistência Social, Viviane Schumacher Bail, desde que os responsáveis saíram, uma casa foi construída e outra está em construção no mesmo terreno onde funcionava a reciclagem, o que pode dificultar o retorno das atividades. “Não é só questão de limpar, agora o terreno está servindo também para moradia, o que dificulta o acesso dos caminhões. Queremos que a Fundema analise essa questão da ocupação do solo”, disse.

Uma das alternativas a serem apresentadas será o remanejamento para outros três galpões de reciclagem existentes na localidade, descartando o pátio atual, considerado inadequado por não ter cobertura. “Temos que pensar no futuro dessas pessoas. Os outros galpões são melhores estruturados e os trabalhadores estarão mais amparados.”

Acesse e receba notícias de Joinville e região pelo WhatsApp do ND+

Entre no grupo
+

Notícias