Filha de vítima de latrocínio em SC será indenizada em R$ 300 mil pelo autor do crime

Um homem de 33 anos, que já cumpre pena por latrocínio, foi condenado pela comarca de Araranguá, no Sul de Santa Catarina, a pagar uma indenização de R$ 300 mil por danos morais à filha da vítima.

A decisão foi divulgada pelo TJ-SC (Tribunal de Justiça de Santa Catarina) nessa quarta-feira (7). Cabe recurso ao TJ.

O crime de latrocínio é o homicídio com objetivo de roubo, ou roubo seguido de morte ou de graves lesões corporais da vítima.

O caso ocorreu em março de 2013, na cidade de Santa Rosa do Sul, e o acusado foi condenado a 20 anos de prisão em regime fechado.

Segundo a decisão, o valor definido deve ser capaz de promover certo conforto à indenizada pelo dano sofrido e também ser expressivo o suficiente para evitar que o autor volte a cometer outro crime.

Leia também:

O valor da indenização foi acrescido de juros e correção a partir da data da ocorrência e considerou que a autora da ação era menor de idade e dependia da renda do pai para sobreviver. O processo tramitou em segredo de justiça.

Justiça