Filhote de baleia é encontrado morto em praia no Sul de SC

Atualizado

Um filhote de baleia-franca-austral foi encontrado morto no Praia do Sol, em Laguna, no Sul catarinense.

A equipe de monitoramento do PMP-BS/Udesc (Projeto de Monitoramento de Praias da Bacia de Santos/UDESC) recebeu o chamado para recuperar o animal no início da manhã desta sexta-feira (2).

Leia também

O PMP realizará uma necropsia para descobrir a causa da morte do mamífero. Segundo o projeto, este é o primeiro registro de encalhe desta espécie em 2019.

O órgão destaca a importância de contatar o PMP, no caso de serem encontrados animal marinhos vivos ou mortos. O telefone é 0800 642 3341.

Autópsia é fundamental para detectar possíveis problemas ambientais

Este é o primeiro registro de encalhe desta espécie em 2019. – Santiago Anguita PMP-BS/ UDESC

As pesquisas realizadas nos animais mortos são importantes para o conhecimento sobre a condição do meio ambiente. Isso porque a mudança de habitat dos animais pode estar diretamente associada à saúde da espécie, indicando até mesmo problemas globais.

Assim, as instituições conseguem ter controle sobre os problemas e adotar medidas para resolvê-los.

Projeto de Monitoramento de Praias da Bacia de Santos (PMP-BS)

O Projeto de Monitoramento de Praias da Bacia de Santos (PMP-BS) é uma atividade desenvolvida para o atendimento de condicionante do licenciamento ambiental federal das atividades da Petrobras de produção e escoamento de petróleo e gás natural no Polo Pré-Sal da Bacia de Santos, conduzido pelo Ibama. Esse projeto tem como objetivo avaliar os possíveis impactos das atividades de produção e escoamento de petróleo sobre as aves, tartarugas e mamíferos marinhos, através do monitoramento das praias e do atendimento veterinário aos animais vivos e necropsia dos animais encontrados mortos. O projeto é realizado desde Laguna/SC até Saquarema/RJ, sendo dividido em 15 trechos. A UDESC monitora o Trecho 1, compreendido entre Laguna e Imbituba, e recebe animais para reabilitação e necropsia do Trecho 2, compreendido entre Imbituba e Governador Celso Ramos.

Caso encontre algum animal marinho vivo ou morto, entre em contato conosco pelo telefone 0800 642 3341. Sua ajuda é fundamental para salvar vidas!

Mais conteúdo sobre

Meio Ambiente