Florianópolis amanhece com ônibus na segunda-feira

Daniel Queiroz/Arquivo/ND

Avanço nas negociações entre sindicato e prefeituram adia paralisação

Pelo menos na segunda-feira, a população ainda deve estar a salvo de uma paralisação de ônibus na Grande Florianópolis. O Sintraturb (Sindicato dos Trabalhadores do Transporte Coletivo) resolveu adiar a greve depois que as negociações avançaram no fim de semana. No sábado (14), o secretário de Transportes e vice-prefeito João Batista reuniu-se com o Sintraturb e Setuf (Sindicato das Empresas de Transporte Urbano e de Passageiros). O impasse permanece agora em poucos pontos.

A exemplo da redução da jornada de trabalho e o comprometimento de que, a cada três horas, as empresas se comprometeriam a escalar uma jornada de seis horas e 40 minutos com uma hora de intervalo, podendo realizar horas extras. Outra reivindicação que gera divergência envolve a passagem de todos os trabalhadores que recebem triênio para duênio de 3% sobre a base.

O secretário de comunicação e imprensa do Sintraturb, Antônio Carlos Martins, não confirmou o avanço nas negociações e não descartou a greve. Mas, segundo o presidente do Setuf, Valdir Gomes, nesse fim de semana a categoria fez uma votação pela greve segunda-feira e resolveu não cruzar os braços ainda. O próprio assessor financeiro, Dionísio Linder, confirmou”, garantiu Gomes.

O secretário de Transportes João Batista está otimista quanto a um acordo. “Acho que amanhã (segunda-feira) é o dia para bater o martelo. Só faltam algumas poucas cláusulas”, destacou. “Não seria prudente uma paralisação agora. Estamos avançando”, acrescentou o secretário.

Na semana passada, o prefeito Dário Berger disse achar “pouco provável ocorrer uma greve”. “O acordo está pendente por pequenos detalhes que deverão ser superados em favor da coletividade. Não tenho dúvidas de que no final vai falar mais alto o compromisso que os trabalhadores têm com a população. Mas, se houver greve, espero que a Justiça do Trabalho possa agir com rigor”, justificou o prefeito.

Cidade

Nenhum conteúdo encontrado