Florianópolis tem 86% dos leitos de UTI ocupados e apenas 33 vagas para internação

Atualizado

Florianópolis tem 86% dos leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) ocupados, com apenas 33 vagas disponíveis para novas internações. Os dados são da própria prefeitura, que atualiza a situação do coronavírus diariamente por meio do Covidômetro. A última atualização foi feita na manhã desta segunda-feira (29).

Dos 170 pacientes internados nas UTIs da Capital, apenas dez são moradores do município – Foto: Pixabay

O número, segundo a Secretaria de Saúde de Florianópolis, engloba apenas leitos de hospitais públicos. Dos 235 leitos totais, 170 estão ocupados e outros 32 indisponíveis — podendo estar desativados, reservados ou em higienização. Esse número inclui leitos adultos e pediátricos. A secretaria não informou quantos desses pacientes internados estão com coronavírus.

Segundo o Covidômetro, a Capital tem 1.686 casos confirmados e 14 mortes pelo vírus. As mais recentes foram as de duas senhoras de 73 e 93 anos, no dia 22 de junho. A informação foi confirmada pelo prefeito Gean Loureiro (DEM) na sua rede social.

Entre os pacientes internados na UTI, apenas dez são moradores de Florianópolis. Outros 28 residentes da Capital estão hospitalizados em leitos de enfermaria. Há 621 pacientes sendo monitorados pela Vigilância Epidemiológica.

Leia também:

Não é informado pelo Côvidometro o número de pacientes internados de outros municípios ou demais regiões do Estado.

HU está com UTI lotada

O Hospital Universitário Polydoro Ernani de São Thiago, anexo à UFSC, está com 100% dos leitos de UTI ocupados. A unidade conta com dez leitos exclusivos para o atendimento de casos de Covid-19. Os pacientes internados têm entre 32 e 68 anos.

Segundo a assessoria da unidade hospitalar, a superintendência trabalha na ampliação dos leitos para que oito novas vagas sejam disponibilizadas.

Segundo a Secretaria de Estado da Saúde, a região da Grande Florianópolis conta com 10 hospitais com leitos disponíveis para pacientes com a Covid-19. Destes, oito contam apenas com leitos adultos.

Mais conteúdo sobre

Saúde