Florianópolis terá programa de aceleração para MEIs

Atualizado

O programa Salto Aceleradora de MEIs, proposta inédita em Florianópolis, já tem data para iniciar, em 18 de setembro. O programa, da Prefeitura de Florianópolis com parceria do programa Cidade Empreendedora do Sebrae e Impact Hub, oferecerá 80 vagas para microempreendedores individuais que procuram mentoria especializada.

Durante 10 semanas, os participantes terão acesso à conteúdos ministrados por profissionais, empresários e professores especialistas em temáticas relacionadas ao empreendedorismo, como: gestão, marketing, finanças, recursos humanos, criatividade, vendas, entre outros.

Os encontros serão realizados às quartas-feiras, às 19h, no Sebrae, da avenida Rio Branco, 611, no Centro de Florianópolis.

As inscrições devem ser feitas até dia 15 de setembro. “Quem é MEI e deseja entender melhor seu negócio e aumentar seu faturamento não pode perder essa oportunidade. A iniciativa é gratuita, ministrada por especialistas em suas áreas de atuação no mercado e sem dúvida, vai agregar ainda mais conhecimento e motivação aos participantes,” afirma o Secretário Executivo do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social de Florianópolis, Thiago Chaves.

Leia também:

O programa foi criado com foco no desenvolvimento profissional e pessoal de cada microempreendedor, buscando melhorar seu negócio e, consequentemente, aumentar sua renda. O objetivo do Salto é auxiliar esses MEIs a crescerem e desenvolverem sua liderança e habilidades empreendedoras podendo assim, em médio prazo, evoluir para uma microempresa.

Empreendedores no mercado formal

Os mais de 330 mil microempreendedores individuais (MEIs) registrados em Santa Catarina representam mais da metade do total de empresas do Estado, segundo dados do Sebrae/SC. Estabelecida em 2008 pelo governo federal, esta figura jurídica criada para formalizar quem trabalha por conta própria já foi adotada por mais de 8 milhões de pessoas em todo país.

O maior desafio daqueles que se tornam microempreendedores individuais é, como qualquer empresa de outros portes, se manter competitivo no mercado, crescer e gerar renda.

Ainda que Santa Catarina seja o Estado com o menor índice de inadimplência (cerca de 30%) entre os MEIs do país, são poucos os microempreendedores que evoluem ao ponto de se tornar microempresa, ou seja, que superam o limite anual de faturamento de R$ 80 mil por ano – ou um pouco mais de R$ 6 mil por mês.

Como se inscrever:

Pelo site www.saltoaceleradora.com. O interessado deve clicar na aba “Cidades”, selecionar a opção “Florianópolis” e preencher os dados solicitados. Mais informações podem ser solicitadas pelo telefone (48) 9909.3151 ou (48) 9190-5738.

Mais conteúdo sobre

Política