Forças policiais de SC e RS realizam operação contra o crime organizado

A PMSC (Polícia Militar de Santa Catarina) e a BMRS (Brigada Militar do Rio Grande do Sul) deflagraram na manhã desta sexta-feira (9) a operação Força Tática Divisa, que visa desarticular uma organização criminosa que atuava na região de fronteira entre o Rio Grande do Sul e Santa Catarina.

Durante a operação foram apreendidas diversas armas e R$ 6 mil – PMSC/Divulgação

A operação foi iniciada pela BMRS e contou posteriormente com o reforço da PMSC no combate ao crime organizado em território catarinense. Devido a complexidade e alto risco da operação, policiais do BOPE (Batalhão de Operações Policiais Especiais), o Canil do 9° Batalhão de Polícia Militar de Criciúma e a 19° BPM de Araranguá foram empenhados nos municípios de São João do Sul e Praia Grande.

Nos dois Estados foram cumpridos mandados de busca e apreensão e, como resultado, foram apreendidas uma espingarda calibre 12, uma pistola calibre 9mm, colete balístico, munições, balaclavas, uniformes camuflados, balança de precisão, supressor de ruídos para armas de fogo, um aparelho celular e R$ 6 mil.

Leia também:

Durante a operação, os policiais encontraram um esconderijo tipo “bunker” embaixo da residência. No local havia um escudo balístico, que seria utilizado pelos criminosos em possíveis confrontos com facções criminosas rivais e até mesmo com guarnições policiais.

No endereço também estava sendo construído um local de armazenamento ou uma possível extensão do esconderijo localizado. A ação também contou com o apoio de policiais civis e agentes rodoviários federais.

Polícia