Fóssil com cerca de 250 milhões de anos é encontrado em Criciúma

Atualizado

A FamCri (Fundação do Meio Ambiente de Criciúma) localizou pedaços de uma árvore fossilizada, com aproximadamente 250 milhões de anos, em frente a uma casa, em Criciúma.

Pedaços de árvore de 250 milhões de anos encontrados em Criciúma – Foto: Divulgação/FamCri

De acordo com informações do biólogo da fundação, André Monteiro, um morador encontrou os troncos. Ele então aproveitou as obras de pavimentação na rua para que a árvore fosse retirada, e desse modo, ficou com o fóssil.

Como ela estava exposta em frente a casa do cidadão, o geólogo da FamCri, Maurício de Menezes, notou o objeto.

O morador havia observado que a árvore estava petrificada, mas não sabia do que se tratava.

Leia também:

Após analisar os fragmentos, o geólogo da FamCri concluiu, devido à própria experiência de estudos da flora local e literatura científica, que se trata de uma planta do gênero Glossopteris.

Com o reconhecimento do gênero da árvore, foi possível aproximar a idade do fóssil.

O biólogo André Monteiro ainda relata que além dos três pedaços encontrados com este morador, na casa vizinha também havia outros fragmentos. Assim, ele não descarta a possibilidade de haver outros fósseis desta planta pela região.

Mais conteúdo sobre

Meio Ambiente