Gás mata empresário e filha de 9 anos em Campos do Jordão, no interior de SP

Um empresário de 57 anos e a filha de 9 anos foram encontrados mortos neste sábado (8), no apartamento em que moravam, em Campos do Jordão, no interior de São Paulo.

A Polícia Civil trabalha com a hipótese de que pai e filha foram vítimas da inalação de gás que teria vazado de um aquecedor e morreram por asfixia.

Luiz Manoel Vasconcelos Rosa era dono de um comércio de artigos de couro – Facebook/Reprodução

No apartamento, em um condomínio da Vila Jaguaribe, havia um botijão de gás de cozinha acoplado ao equipamento. Os laudos necroscópico e da perícia local só devem ficar prontos em 30 dias.

O empresário Luiz Manoel Vasconcelos Rosa, dono de um comércio de artigos de couro, estava separado da mulher e passava o fim de semana com a filha Rebeka.

Leia também

Conforme a Secretaria da Segurança Pública, a polícia foi acionada por volta das 19 horas, quando uma funcionária do empresário foi ao local, após não ter conseguido contato com ele pelo telefone.

A equipe médica constatou o óbito do empresário e da filha. Os corpos não tinham sinal de violência, mas o local estava totalmente fechado. Os corpos de estavam em cômodos diferentes – acredita-se que ela teria tentado sair do apartamento.

Os bombeiros ventilaram o local e recolheram o botijão para análise. Na noite de sábado, a temperatura na cidade chegou a 4,1 graus Celsius, frio que pode ter levado o empresário a acionar o sistema de aquecimento.

Mãe precisou ser sedada

Segundo informações de amigos da família, a mãe da menina, a chef Anouk Vasconcellos, teve de ser mantida sob sedação, após saber das mortes.

A Polícia Civil registrou a morte como suspeita, embora não houvesse sinal de arrombamento no apartamento. Imagens de câmeras de monitoramento e do circuito interno serão analisadas pela investigação.

Vasconcelos era um comerciante conhecido na cidade e tinha sido candidato a vereador pelo Partido Verde nas eleições de 2004. Seu corpo e o da filha foram velados na Câmara Municipal e sepultados no fim da tarde de domingo.

A  AME (Associação dos Amigos de Campos do Jordão) divulgou nota lamentando a morte do empresário e da filha.

“Luiz Manoel sempre demonstrou compromisso com Campos do Jordão e sua última iniciativa em prol da cidade foi ser um dos patrocinadores do Raid Solidário Ame Campos Alfa Romeo Club 2019, evento realizado em prol de entidades de assistência a idosos de Campos do Jordão.”

O prefeito da cidade, Fred Guidoni (PSDB), e a primeira-dama, Juliana Cintra, manifestaram “profundo pesar” pelo ocorrido. “Nossos sentimentos e solidariedade à família e amigos. Que Deus conforte o coração de todos”, escreveram. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Mais conteúdo sobre

Geral