Áudio: gerente alertou para risco de tragédia em Brumadinho sete meses antes

A gerente de Estrutura Geotécnica da Vale, Marilene Araújo, deu alerta pelo menos sete meses antes do rompimento da barragem de Brumadinho. O alerta foi gravado, no entanto, obtido pela Justiça apenas após a quebra de sigilo dos investigados. A gravação faz parte do relatório final da tragédia de Brumadinho.

Gerente da Vale, Marilene Araújo, durante depoimento – Foto: Reprodução

Em junho de 2018, ela comunicou ao então Gerente de Geotecnia Corporativa, Alexandre Campanha, que a barragem B1, em Brumadinho, tinha sérios problemas de erosão.

Ela e Alexandre, além de outros 20 funcionários da Vale devem ser indiciados. A empresa que assinou o laudo atestando a estabilidade da barragem também terá funcionários indiciados. Confira o áudio na reportagem abaixo.

A Vale, entretanto, divulgou nota contra-argumentando. Afirma que não teve acesso ao relatório e ressalta ser fundamental uma perícia, técnica e científica, antes que sejam apontadas responsabilidades.

Leia também

Justiça