Greve geral: saiba como chegar ao trabalho nesta sexta-feira, em Florianópolis

Atualizado

Com a paralisação do transporte público, muitos trabalhadores precisam buscar alternativas para conseguir trabalhar nesta sexta-feira (14) na Capital. Para isso, o ND+ elencou algumas opções de transportes viáveis para a população que tem possui carro próprio conseguir chegar ao seu destino.

Não haverá ônibus nesta sexta-feira, em Florianópolis – Daniel Queiroz, ND

Uma das opções parte da própria Prefeitura de Florianópolis, que pretende liberar vans saindo da região central a partir das 5h30 desta sexta-feira. A ideia inicial era disponibilizar cerca de 300 veículos e micro-ônibus para a população a partir da região central. Só que o sindicato se reuniu com a categoria nesta quinta-feira e por maioria, decidiu aderir ao movimento.

Por ser tratarem de trabalhadores autônomos, é possível prever que alguns veículos entrem em operação na manhã desta sexta-feira, porém sem o número previamente acertado com a administração municipal.

“Estamos oferecendo um serviço alternativo, mas a população também pode se auxiliar com as caronas solidárias e com outras opções de transporte, prática que inclusive pode ser adotada habitualmente”, explica o secretário de Transportes e Mobilidade Urbana, Michel Mittmann.

Previsão de locais para o transporte emergencial

  • ÁREA CENTRAL

Embarque: Av. Paulo Fontes, embaixo da Passarela
Tarifa: R$ 7,00

  • LESTE DA ILHA

Embarque: Av. Paulo Fontes, embaixo da Passarela
Tarifa: R$ 9,00

  • ÁREA CONTINENTAL

Embarque: Av. Paulo Fontes, em frente à Rodoviária Rita Maria
Tarifa: R$ 7,00

  • SUL DA ILHA

Embarque: Ao lado do Terminal Cidade de Florianópolis
Tarifa: R$ 9,00

  • NORTE DA ILHA

Embarque: Av. Paulo Fontes, em frente ao Camelódromo
Tarifa: R$ 9,00

O caminho mais cômodo é através de aplicativos como o de taxistas, Uber e o 99 Táxi. Os motoristas buscam o passageiro no local onde eles solicitam a corrida e o desembarque acontece no destino desejado.

Dependendo da distância entre o local de partida e o de chegada pode ser a opção mais em conta. Se o trabalho for próximo de casa,  outra boa escolha é ir de bicicleta.

Leia também:

Trânsito