Harmonização facial: Fique em dia com sua autoestima

Atualizado

Alessandra Cavalheiro – Jornalista – Mtb: 9775

As mais diversas causas podem provocar desarmonia no rosto. Podem ser ossos assimétricos, dores de origem muscular, bruxismo, entre outras. Mas hoje, a ciência está encontrando soluções impressionantes. É o caso do dentista Leandro Moraes Gianichini, graduado pela PUC/RS, que trabalha com implantes e harmonização facial. .

O profissional é um ‘smile designer’ especialista em implantes dentários com curso de Odontologia Digital na Alemanha. Seu sonho? Devolver um sorriso perfeito às pessoas que precisam. “Muito trabalho, esforço e dedicação, além de amor pelo que faço”, diz Dr. Leandro, sobre os resultados que vem obtendo na clínica Dental Center, onde trabalha.

O dentista explica que, além do a harmonização facial é uma questão muito importante hoje em dia de tratamento estético. “Hoje, somos muito procurados para tirar rugas, olheiras, redesenhar as anatomias naturais do rosto, que vamos perdendo com o envelhecimento”, explica.

Divulgação – Foto

Benefícios estéticos e funcionais

Explica Dr. Leandro que a harmonização facial é um conjunto de procedimentos que busca harmonizar esteticamente e funcionalmente a boca, aos lábios e a face. Indicados normalmente para atenuação de flacidez e rugas cutâneas, que são sinais da idade, a aplicação da toxina botulínica não se limita somente ao uso estético.

– Dentre inúmeras finalidades ela pode ser usada para resolver ou atenuar problemas bucais e/ou mastigatórios. Cada vez mais, os dentistas estão buscando nela a solução para os problemas dos seus pacientes.

– Este tipo de tratamento vem ajudando pacientes que sofrem por apertar ou ranger os dentes durante o dia ou a noite. A toxina é injetada nos dois lados no músculo masséter, principal músculo da mastigação, diminuindo a sua potência e o estímulo para o bruxismo.

– Pessoas que mostram demasiadamente a gengiva – sorriso gengival – têm outra opção hoje, ao invés da cirurgia. Paralisando o músculo responsável pelo levantamento do lábio superior de ambos os lados, obtém-se menor exposição da gengiva. O bloqueio químico não deixa sensação de anestesia ou face paralisada.

Dr. Leandro Moraes Gianichini – CRO-RS 20.380.

Veja mais sobre este trabalho aqui:

http://www.clinicadentalcenter.com.br/

Instagram: @dr.leandrogianichini

Mais conteúdo sobre

Saúde Mais