Homem apontado como gerente do tráfico na Tapera tem prisão preventiva decretada

Atualizado

O homem apontado como gerente do tráfico de drogas no bairro Tapera, no Sul Ilha teve a prisão preventiva decretada pela justiça. Ele havia sido preso em flagrante na quarta-feira (22), com um quilo de cocaína.

Homem é apontado como gerente do tráfico de entorpecentes na Tapera, Sul da Ilha – Foto: PMSC/Divulgação

Segundo a Polícia Militar, o homem e um comparsa foram presos em uma casa alugada, onde a polícia encontrou um quilo de cocaína, a qual renderia cerca de R$ 200 mil.

Além da droga, foram encontrados três celulares, duas balanças de precisão, R$ 140, facas usadas para picar a droga e plásticos para a produção das chamadas “petecas”.

Leia também:

O suspeito era monitorado pelos policiais, que tentavam descobrir o local onde ele armazenava a droga.

De acordo com a investigação da Polícia, o homem costumava alugar, em nome de terceiros, casas por períodos curtos, na tentativa de despistar vizinhos.

A polícia também sabia que ele trocava de moto com frequência e foi por meio de umas delas que os agentes identificaram no dia da ocorrência.

A polícia seguiu a moto até a casa alugada pelo homem e efetuou a prisão. Dois suspeitos foram presos ainda no local, um deles com 18 anos, e outros dois conseguiram fugir.

Suspeitos têm versão diferente

A versão dos suspeitos é diferente. O homem apontado como gerente do tráfico confirmou sua presença na casa e a posse da droga. No entanto, ele afirma que a balança de precisão e os sacos plásticos foram “plantados” pelos policiais.

Ele afirma ainda que o valor em dinheiro que havia na casa era de R$ 4 mil e não de R$ 140, como foi registrado pela polícia. Já o outro preso afirma não ter relação com os entorpecentes encontrados no local.

Mais conteúdo sobre

Polícia