Homem é proibido pela Justiça de se aproximar da casa dos pais em Joinville

Atualizado

Um homem de 40 anos foi impedido pela Justiça de se aproximar da casa dos pais em Joinville. A decisão, da 3ª Vara da Família, é referente a uma medida de proteção solicitada pelos próprios pais. A determinação é de que o homem mantenha uma distância mínima de 200 metros da casa. Eles têm 70 e 71 anos.

Processo está em segredo de Justiça – Foto: Reprodução/Pixabay

Segundo o processo, o homem agredia e ameaçava os pais. Ele estava internado em uma clínica de reabilitação para tratamento de dependência química e após receber alta, em maio deste ano, teria furtado o botijão de gás e alimentos da casa dos pais com o objetivo de conseguir dinheiro para manter o vício.

Depois do furto, os pais idosos colocaram correntes em móveis e eletrodomésticos para tentar evitar que novos objetos fossem levados. Além disso, reforçaram a segurança da casa para tentar evitar que o filho entrasse em casa, mas ainda assim, ele arrebentava as trancas, entrava em casa e ameaçava os pais.

Na decisão, a juíza salientou artigos do Estatuto do Idoso, que garantem o direito à não violência e não crueldade.

Leia também:

Mais conteúdo sobre

Geral