Homem mata ex-companheira e comete suicídio durante festa em Porto União

Atualizado

Uma mulher de 31 anos foi morta a tiros durante uma festa na cidade de Porto União, na Planalto Norte, na noite deste sábado (15). Segundo o Corpo de Bombeiros da cidade, o autor do crime seria um homem de 38 anos, ex-companheiro da vítima, que cometeu suicídio após os disparos.

A ocorrência foi registrada por volta das 23h30, na Praça Hermínio Luz, nos últimos instantes da festa. De acordo com os relatos, os tiros assustaram as pessoas que estavam perto da vítima e houve um princípio de tumulto. A Polícia Militar já estava no local e isolou a área.

Leia também:

A mulher chegou a ser levada ao hospital por populares, mas morreu no caminho. Conforme o sargento dos bombeiros Alfonso Eckl, o homem chegou no local com uma caminhonete e entrou na festa portando duas armas. No entanto, um dos dispositivos não funcionou. O armamento foi encaminhado para perícia.

“Ele deu três tiros na cabeça da vítima e pegou a outra arma para usar nele, mas não funcionou. Aí ele pegou a outra e disparou o quarto tiro”, disse.

A organização do evento emitiu uma nota sobre o crime na manhã deste domingo (15). No texto, os responsáveis pelo 2ª Festa do Dia do Gaúcho lamentaram o fato e comunicaram que a festa seguirá normalmente.

Confira na íntegra:

“A coordenação da festa do Dia do Gaúcho esclarece que o ocorrido na noite de ontem nas dependências de nossas estruturas tratou-se de um crime passional e não uma briga generalizada como vem sendo divulgado nas redes sociais. Nos consternamos com a perda de um de nossos apoiadores de uma forma tão violenta estamos a disposição da família para o que esteja a nosso alcance. Comunicamos que a festa seguirá com sua programação normal mais em luto em sinal de respeito a colaboradora e a família. Desde já agradecemos aqueles estão nos apoiando para passar este momento difícil a todos”.

Polícia