Homem que cultivava 42 pés de skunk é preso em Itajaí

Atualizado

Um homem que cultivava e comercializava skunk, em Itajaí, foi preso na manhã desta sexta-feira (22). Policiais encontraram 42 pés da erva, que é uma versão da maconha resultante da manipulação, que aumenta o nível de concentração do seu princípio ativo (THC), na casa dele.

Policiais encontram skunk sendo comercializado e vendido em Itajaí – PMSC/Divulgação/ND

Os policiais receberam a denúncia de que o homem estava vendendo a droga pela região, além de informações sobre o modelo do veículo que ele utilizava. Ao cruzar com o carro do suspeito, a guarnição identificou um forte cheiro da droga no ar e iniciou o acompanhamento ao automóvel.

O motorista ainda tentou despistar os policiais, mas foi abordado na rua onde mora. Durante a busca, apenas uma pequena quantidade de skunk foi encontrada dentro do carro.

Em um dos cômodos da casa, policiais localizaram uma estufa com 42 pés da erva, adubo e todos os equipamentos necessários para cultivar a droga. A namorada do homem, que estava na casa no momento da busca, confessou que sabia que o companheiro fazia o cultivo e vendia a erva, mas alegou não estar de acordo com a ilegalidade.

Policiais encontraram R$ 7 mil em espécie, dentro de um guarda-roupas, e mais R$ 377 espalhados pela casa. A droga, que estava pronta para a venda, estava em um pote – mais 280 gramas de skunk foram localizados no congelador. Na estufa, havia ainda uma balança de precisão e um rolo de plástico filme, utilizados para pesar e embalar a droga.

Mais conteúdo sobre

Polícia