Homem que matou sogra por engano é condenado a 16 anos de prisão no Oeste de SC

Atualizado

Um homem de 37 anos foi condenado em júri popular a 16 anos de prisão após matar a ex-sogra com um tiro de espingarda, no Extremo Oeste de Santa Catarina. Segundo o Tribunal de Justiça, a intenção do réu era acertar o namorado de sua ex-mulher.

O crime ocorreu no dia 13 de maio de 2018, por volta de 17h40, na rua linha Aparecida, no interior do município de Itapiranga.

Leia também

Conforme a denúncia, o homem foi à casa da ex-sogra para buscar o filho dele com a ex-mulher. Após se deparar com o companheiro dela, voltou ao carro para buscar a espingarda com intenção de atirar contra o homem. A bala, no entanto, acabou acertando a ex-sogra.

O agressor foi contido por populares e estava preso preventivamente desde então. A condenação foi pelo crime de homicídio qualificado por motivo fútil e por uso de recurso que dificultou a defesa da vítima. Ela também engloba o crime de porte ilegal de arma de fogo de uso permitido.

Mais conteúdo sobre

Justiça