Hospital Ruth Cardoso deve manter atendimentos de urgência para toda região

Atualizado

O Tribunal de Justiça de Santa Catarina decidiu que o Hospital Municipal e Maternidade Ruth Cardoso, em Balneário Camboriú, deve manter os atendimentos de urgência e emergência para toda a região.

Hospital Ruth Cardoso em Balneário Camboriú – Foto: Reprodução/RICTV/ND

A decisão, assinada pelo desembargador Pedro Manoel Abreu na quarta-feira (20), foi dada após pedido do Ministério Público de liminar contra a decisão do município de fechar as portas do hospital para pacientes de outras cidades a partir de 2020. O hospital municipal alegou alta demanda e custos altos.

O TJSC requereu o bloqueio de R$ 2 milhões das contas do Estado para ajudar no custeio do hospital. A Justiça determinou que o hospital deve manter as portas abertas até que o Estado e municípios vizinhos encontrem uma solução.

Leia também:

O prazo é de 120 dias a contar da data da decisão para atender toda a demanda do hospital ou até que o hospital consiga outros recursos, como convênios e parcerias público-privadas.

A assessoria da Prefeitura de Balneário Camboriú informou que o município vai recorrer da decisão.

Saúde