Identificado corpo encontrado com mãos amarradas em trilha de Florianópolis

Atualizado

O homem encontrado morto na trilha que leva à cachoeira do Poção, no bairro Córrego Grande, em Florianópolis, é Waldson dos Santos Amarante Filho, aponta o IGP  (Instituto Geral de Perícias). A vítima completaria 32 anos de vida neste domingo (13) e é natural de Aracaju, no Sergipe. Ainda não se sabe se ele morava em Santa Catarina.

Conforme o delegado Ênio Mattos, da DH (Delegacia de Homicídios), o homicídio ocorreu ainda na quarta-feira (9), dia em que o corpo foi encontrado por uma pessoa que passava pelo local. Waldson apresentava perfurações por disparos de arma de fogo e estava com as mãos amarradas com fios de luz.

Corpo de jovem foi encontrado no início da trilha do Poção – Foto: Rosane Lima/ND

Leia também

Os tiros atingiram o tórax e a cabeça da vítima, que estava coberta por um lençol. Próximo ao corpo, foram encontradas 11 cápsulas de calibre 9 mm. Os indícios levam a crer que a vítima foi morta no local, aponta o delegado.

Com a identificação em mãos, as investigações devem apurar agora o histórico da vítima. A motivação e a autoria do crime continuam desconhecidas.

Polícia