Idoso atropelado em ponto de ônibus no Campeche recebe alta do hospital, em Florianópolis

A vítima mais grave do atropelamento que ocorreu em um ponto de ônibus no Campeche, em 20 de abril, recebeu alta do hospital. José Batista, de 62 anos, ficou 26 dias internado, sendo 18 na UTI (Unidade de Tratamento Intensivo), no Hospital Governador Celso Ramos, no Centro de Florianópolis.

O acidente ocorreu na avenida Pequeno Príncipe, quando cinco pessoas que estavam no local foram atropeladas por um motorista de 20 anos, que não parou para prestar socorro.

Leia também:

As vítimas eram operários que trabalhavam nas obras do Aeroporto Hercílio Luz. Batista foi quem ficou ferido com mais gravidade.

Na ocasião, o condutor alegou que perdeu o controle da direção do veículo. Ele pagou fiança e aguarda o processo em liberdade.

Mais conteúdo sobre

Trânsito