Intoxicações por produtos de limpeza crescem no Brasil em tempos de pandemia

Atualizado

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) publicou uma nota técnica na última sexta-feira (15), em que alerta sobre os riscos de exposição tóxica por produtos de limpeza no Brasil, após registrar crescimento nas ocorrências de intoxicação desde que a OMS (Organização Mundial da Saúde) declarou a pandemia do novo coronavírus.

Número de intoxicações por produtos de limpeza aumentou no Brasil durante a pandemia – Foto: Pixabay

De acordo com o documento, não há um vínculo definitivo das ocorrências com a pandemia da Covid-19, mas “parece haver uma associação temporal clara com o aumento do uso desses produtos”.

A nota foi elaborada com base nos dados dos CIATox (Centros de Informação e Assistência Toxicológica) .

Leia também:

De janeiro a abril deste ano, foram 1.540 registros de intoxicação envolvendo adultos. Isso representa um aumento de 23,3% comparado ao mesmo período de 2019, e de 33,68% com relação a 2018.

Já quanto as crianças, os CIATox receberam 1.940 casos em 2020, um crescimento de 6,01% em relação a 2019 e de 2,7% a 2018.

Cuidado especial com crianças

Há uma diferença de 25,97% quando comparados os registros de ocorrências entre adultos e crianças só neste ano.

Os números mostram que os acidentes domésticos envolvendo exposição tóxica a substâncias químicas são mais frequentes com o público infantil e, portanto, há necessidade de dispensar mais cuidados às crianças.

Dados de registros de intoxicação de adultos e crianças no primeiro quadrimestre dos anos de 2018, 2019 e 2020 – Foto: Reprodução/CIATox

Foram em torno de 400 casos a mais em crianças no ano de 2020. E essa diferença nos registros de intoxicação referente às crianças se repetem em 2018 e 2019, como é demonstrado no gráfico acima.

Conforme a nota técnica divulgada pela Anvisa, os dados certificam o que já existe na literatura sobre exposição tóxica a substâncias químicas, de que os acidentes domésticos são mais frequentes com o público infantil.

Orientações

Para limitar os riscos e evitar exposições desnecessárias, algumas regras devem ser seguidas. Como por exemplo manter os produtos de limpeza fora do alcance de crianças e animais. Esses produtos podem atrair a atenção principalmente de crianças pequenas, entre 1 e 5 anos de idade.

Além disso, a supervisão das crianças, para que elas não acessem os ambientes onde esses produtos são guardados.

O armazenamento desses produtos, portanto, requerem atenção especial, sempre em recipientes diferentes e etiquetados. É importante, também, seguir as indicações descritas no rótulo de cada produto.

O uso das embalagens vazias, assim como misturas de produtos químicos, devem ser evitadas.

A Anvisa alerta, ainda, que em casos de emergências toxicológicas, não deve ser provocado vômito. Tenha em mãos o número do Centro de Informação e Assistência Toxicológica, o CIATox: 0800-722-6001.

Saúde