Itajaí reduz índice de infestação do Aedes aegypti para médio risco

O Levantamento Rápido do Índice de Infestação por Aedes aegypti
(LIRAa), apontou que o Município de Itajaí caiu de alto para médio risco da transmissão de dengue, chikungunya e zika vírus.

A pesquisa foi realizada pelos agentes de combate a endemias em novembro, 3.136 imóveis foram visitados em todos os bairros da cidade e 80 deles apresentaram focos positivos do mosquito.

Mesmo com a melhora no índice, é preciso ficar atento e eliminar possíveis criadouros, principalmente durante o verão.

Neste ano, Itajaí registrou 67 casos de dengue contraídos no município e oito importados.

+

SC no ar