Itália vai colaborar com SOS Rodovias

Automóvel Clube de Roma dará apoio institucional ao programa catarinense. Objetivo é educar motoristas para reduzir acidentes

A Secretaria de Estado da Infraestrutura esclarece, a propósito do que mencionamos aqui, na segunda-feira (23), sobre o estado de precariedade das nossas rodovias, que o programa SOS Rodovias, recentemente lançado, vai eliminar 127 pontos críticos nas estradas catarinenses. Nesses locais ocorrem cerca de 70% dos acidentes com vítimas. Na primeira etapa, o governo pretende intervir em 17 pontos críticos em todo o Estado. Na quarta-feira (25), o secretário Valdir Cobalchini, em conversa com o diretor do Automóvel Clube de Roma, Vicenzo Leanza, conseguiu o apoio institucional da entidade para reforçar campanhas educativas para redução dos desastres nas rodovias estaduais. Em cerca de nove anos os italianos conseguiram a diminuição de quase 50% no número de acidentes fatais. A recuperação ou modernização de rodovias foi um fator determinante para que eles alcançassem esse resultado.

Renovação…

Pela primeira vez, desde 1988, quando passou a exigir concurso público, a Comcap abre vagas para renovar seu quadro administrativo de nível médio. Nesses mais de 20 anos, aponta o presidente Marius Bagnati, a população da cidade passou de 170 mil para 420 mil habitantes, obrigando a empresa a aumentar seu contingente operacional.

… na Comcap

Se naquela época havia um administrativo para dois operacionais, hoje a proporção é de um para oito. O atual concurso público, com inscrições abertas até 16 de maio, prevê 15 vagas de técnico administrativo, duas para técnico em contabilidade e outras duas para técnico em informática.

Marco Santiago/ND

Urbanismo

Usuários do Florianópolis terão mais conforto

Revitalização

A revitalização do Terminal Cidade de Florianópolis, que deve começar em maio, vai implantar melhorias importantes nesse equipamento urbano tão maltratado nos últimos anos. Desaparecerão os moradores de rua e os ambulantes que circulam pelas plataformas. O ambiente terá características de limpeza e organização semelhantes ao Ticen. “Será um novo terminal”, garante o secretário de Transportes, Mobilidade Urbana e Terminais, o vice-prefeito João Batista Nunes.

Pane virtual

Todos nos tornamos dependentes da tecnologia. É quase impossível viver sem celular e internet. E o colapso dos dois sistemas, na quarta-feira (25), que prejudicou usuários individuais ou corporativos, e também o sistema bancário, deixou muita gente desnorteada em Florianópolis e outras cidades. Para se ter ideia da situação, muitos cidadãos saíram às ruas à procura de cartões telefônicos para utilizar os velhos, e nem sempre eficientes, orelhões.

Novidade

Um jantar beneficente no dia 7 de maio vai “abrir os trabalhos” da maior novidade gastronômica de 2012 em Florianópolis, o Outback Steakhouse, junto ao Beiramar Shopping. A abertura oficial do restaurante será no dia seguinte (8), a partir das 18h. Os valores arrecadados serão doados ao Imperial Hospital de Caridade.

Divulgação/ND

Educação

Alunos de São José beneficiados por programa de inclusão

Inclusão

Alunos e professores de São José receberam materiais pedagógicos e metodológicos do Programa de Correção de Fluxo “Se Liga” e “Acelera Brasil”, que tem o objetivo de reduzir a repetência, a evasão e o analfabetismo. A iniciativa bacana é do Ministério da Educação tem o apoio do Instituto Ayrton Senna.

* * *

Além de participarem das aulas no período normal, as crianças com mais dificuldade também recebem apoio pedagógico no contraturno escolar.

Insegurança

É dramático o quadro da insegurança pública em Palhoça, um dos municípios mais violentos de Santa Catarina. Na quarta-feira (25) o prefeito Ronério Heiderscheidt apresentou pedido oficial de reforço no policiamento ao secretário Cesar Grubba, da Segurança Pública. A cidade precisa de três delegacias, uma Central de Plantão de Polícia e uma delegacia da Mulher. Ainda há a necessidade de mais 100 homens para incrementar a atuação do 16º Batalhão da Polícia Militar, que hoje conta com um total de 170 policiais.

* * *

Palhoça, como Florianópolis, São José, Biguaçu, Tijucas e São João Batista, paga o alto preço do desenvolvimento econômico muito rápido, com a flagrante omissão do poder público, que, nos últimos nove anos, não acompanhou as demandas sociais.

Indenização

Leitor quer saber se os promotores do show de Paul McCartney indenizaram a Secretaria de Segurança Pública pelo emprego de força máxima na proteção ao cantor, tanto em Governador Celso Ramos, quanto em Florianópolis.

Esporte e saúde

Wilson e Fernandes, dois ídolos do Figueirense, são convidados do projeto Estácio Convida, nesta quinta-feira (26), a partir das 19h. Eles e falarão sobre o papel dos profissionais de saúde em suas carreiras, especialmente os nutricionistas.

Site do Armação

Grupo Armação, que completa quatro décadas de atividades este ano, faz nesta quinta-feira (26), às 21h, na Casa do Teatro (Praça 15) a apresentação oficial de seu site, contendo toda a rica história da trupe cênica que encenou, no início da década de 1970, a revolucionária peça Contestado.

Divulgação/ND

Saúde

Audiência debateu mais verbas para saúde pública

Mais saúde pública

Um grande público compareceu na quarta-feira (25) à audiência pública, na Assembleia Legislativa, promovida pelo Movida (Movimento em Defesa da Vida, Saúde e Segurança Pública da Classe Trabalhadora Catarinense). O deputado Volnei Morastoni (em primeiro plano), que é médico, pediu apoio das entidades sindicais ao projeto que pretende obrigar a União a investir pelo menos 10% da receita corrente bruta em saúde pública.

Pedágio urbano

Uma das soluções para a mobilidade urbana pode ser adotada em breve em São Paulo. A Comissão de Constituição e Justiça da Câmara Municipal paulistana aprovou o projeto de lei de implantação do pedágio urbano na cidade. Os motoristas só serão isentos do pagamento nos fins de semana e feriados. A medida, que é inspirada em modelos europeus, precisa ser aprovada pelo plenário.

* * *

Em Florianópolis, autoridades municipais não admitem nem essa, muito menos a ideia do rodízio de placas, que também existe em São Paulo. Aqui o automóvel ainda é senhor absoluto no cotidiano da cidade.

Matemática

“A matemática é simples: mais policiais = mais prisões = menos bandido na rua = menos crime”. Tuitada da jornalista Stefani Ceolla (@stefani_ceolla), que trabalha numa das regiões mais violentas de Santa Catarina (Camboriú).