Jato da Embraer da Aeroméxico com 101 a bordo cai após decolagem; não há mortos

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – Um Embraer E190 da companhia Aeroméxico com 101 pessoas a bordo caiu logo depois de decolar nesta terça-feira (31) do Aeroporto Internacional Guadalupe Victoria, em Durango, no norte do país, em direção à capital.

O governador de Durango, José Rosas Aispuro Torres, disse que não houve mortos. Segundo ele, as forças de segurança e de emergência estão atendendo as vítimas. Ele, porém, não deu o número de feridos.

A Defesa Civil do Estado informou que mais de 80 pessoas teriam ficado feridas. O canal de notícias mexicano Milenio informou que alguns dos sobreviventes conseguiram levantar após a queda e pediram ajuda perto da região.

Dezenas de pessoas foram levadas em ambulâncias a três hospitais da cidade. Familiares dos passageiros recebem assistência psicológica da empresa, que ainda não confirmou quantas pessoas estavam a bordo.

Segundo o site FlightRadar24, que monitora o tráfego aéreo no mundo, a aeronave, que fazia o voo AM2431, saiu às 15h09 (18h09 em Brasília) e caiu em uma área descampada com 97 passageiros e quatro tripulantes. Chovia forte no momento da decolagem.

Mais conteúdo sobre

Jornalismo