Joinville se mobiliza para ajudar vítimas das enxurradas no Rio de Janeiro

Entidades vão reativar a Central Solidária, criada em 2008 para auxiliar vítimas das enchentes em Santa Catarina

Arquivo/ND

Onde. Central de arrecadação vai funcionar no Expocentro

O desastre climático que devastou a região serrana do Rio de Janeiro despertou a solidariedade dos brasileiros. Há mobilização em todo o país para ajudar as vítimas da enxurrada que até esta quinta-feira matou mais de 390 pessoas, deixando milhares de outras desaparecidas principalmente nas cidades de Nova Friburgo, Teresópolis e Petrópolis. Em Joinville, o Rotary Clube em parceria com entidades como a Ajos (Associação Joinvilense de Organizações Sociais), Fundação Cultural e Prefeitura Municipal se uniram para reativar a “Central Solidária”, criada em 2008 para receber doações para as vítimas da enchente que matou 137 pessoas em Santa Catarina.  

A partir desta sexta-feira (14), mais de dois mil voluntários estarão mobilizados para o recebimento de doações no Expocentro Edmundo Doubrawa, das 10h às 22h. Segundo o coordenador geral da Central Solidária, Adriano Silva, as pessoas devem evitar a doação de produtos perecíveis e de alguns não-perecíveis. “As vítimas precisam de alimentos prontos para consumo como barras de cereal, sopa pronta, bolachas e enlatados. Não adianta enviar arroz e feijão porque eles não têm como preparar”, explicou.

A Central também está recebendo doações de colchões, cobertores, pás, enxadas e, principalmente, material de limpeza. “Desde água sanitária até sabonete e escova de dente. Esses materiais são de extrema importância”, ressaltou.

Todo o material arrecadado será enviado para uma central de arrecadação montada a 60 quilômetros das cidades atingidas. A distribuição será realizada por voluntários do Rotary Clube do Rio de Janeiro por meio de jipes uma vez que carros pesados como caminhões não tem acesso aos locais afetados. “O esquema de distribuição lá está bem traçado. Estamos trabalhando em parceria”, ressaltou.

Outras cidades do Norte catarinense também podem fazer doações à Central Solidária. Os voluntários vão receber as doações até o dia 23 de janeiro. “O Brasil se mobilizou para nos ajudar na enchente de 2008. Agora é nossa vez de ajudar. O joinvilense é um povo solidário. Temos certeza que vamos conseguir muitas doações”, salientou Adriano.

Doação em dinheiro

É possível ajudar os sobreviventes de diversas formas. A prefeitura de Teresópolis tem uma conta corrente no Banco do Brasil, exclusiva para receber doações em dinheiro. A agência é a 0741-2 e o número da conta é 110000-9. A população pode contribuir com qualquer valor. O Programa de Voluntariado Viva Rio também disponibiliza uma conta corrente para doações (Banco do Brasil, agência 1769-8, conta-corrente 411396-9 e CNPJ: 00343941/0001-28).

Bombeiros mobilizados

Santa Catarina também se prepara para ajudar no resgate de vítimas no Rio de Janeiro. Cerca de 40 bombeiros, entre militares e voluntários, estão aguardando a convocação oficial da Defesa Civil carioca. Eles devem participar de buscas com o auxílio de cães farejadores. No total, sete animais irão acompanhar os socorristas catarinenses. Joinville, Jaraguá do Sul e São Francisco do Sul devem enviar 15 bombeiros e três cães para auxiliar no resgate das vítimas.  

O que doar:

Comida

* enlatados

* barra de cereais

* sopas prontas

* açúcar

* água mineral

* farinha

* leite em caixa

* café

Limpeza

* pasta de dente

* escova de dente

* sabonete

* água sanitária

* escovas

* baldes

* detergentes

* vassouras

* rodos

Material geral

* colchões

* pás

* enxadas

* botas de borracha

Serviço:

* O quê: Central Solidária

* Quando: 14 a 23/1/2011

* Horário: 10h às 20h

* Onde: Expocentro Edmundo Doubrawa, em Joinville

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Joinville e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Notícias

Loading...