Jovem, recém-casada e feliz: assim era o perfil de Gabriella nas redes sociais

Resumo do caso:

Casal aparentava felicidade em redes sociais – Reprodução Facebook

Gabriella Custódio da Silva, a jovem deixada morta na porta do Hospital Bethesda, em Joinville, levava uma vida aparentemente tranquila com seu marido, Leonardo Natan Chaves Martins. Em abril último, ela fez publicação no Facebook, anunciando seu casamento. As imagens dos dois em redes sociais mostram um jovem casa feliz.

Gabriella morreu atingida por um tiro e, segundo o Eliéser José Bertinotti, delegado que apura o caso, Leonardo é o principal suspeito.

Natural de Itajaí e apegada à família, as redes sociais de Gabriella apontam que ela seria recém-casada e trabalhava em uma empresa de encomendas.

Amigos e parentes lamentaram a morte pela internet. “Meu bebê, Deus a receba de braços abertos, essa minha linda que brilhava aqui na terra agora vai brilhar no céu, mas não consigo acreditar, Jesus, que vida cruel”, escreveu a mãe, inconformada.

Os pais de Gabriella, que moram em Penha, no Litoral Norte, estiveram no IML (Instituto Médico Legal), na manhã desta quarta-feira, em Joinville, para liberação do corpo. O sepultamento deve ocorrer na cidade da família, ainda sem horário definido.

Polícia