Jovens são indiciados após divulgarem vídeos íntimos no Oeste de SC

Atualizado

A Delegacia da Comarca de Maravilha indiciou nesta terça-feira (4) dois jovens por divulgarem vídeos íntimos sem o consentimento dos envolvidos. Os jovens que foram indiciados têm 18 e 23 anos.

Conteúdo pornográfico estava sendo propagado em grupos de aplicativos e sites de conteúdos eróticos – Arquivo/Marcello Casal Jr/Agência Brasil/ND

Duas jovens acionaram a Polícia Civil, em novembro de 2018, para denunciar que vídeos com conteúdos pornográficos estavam sendo divulgados sem a autorização das pessoas que apareciam nas filmagens. Os materiais eram propagados em grupos de aplicativos e em sites de conteúdos eróticos.

Leia também:

A Polícia Civil conseguiu identificar os dois indivíduos indiciados como os responsáveis pelo crime. Os sites que haviam hospedado os vídeos também foram mapeados e comunicados pela polícia para que retirassem o conteúdo do ar imediatamente.

Os suspeitos agora foram indiciados e o inquérito enviado para análise do Poder Judiciário. A pena para o compartilhamento de vídeos íntimos sem o consentimento dos envolvidos pode resultar em pena de até cinco anos de reclusão.

Mais conteúdo sobre

Polícia