Professor Juarez Perfeito toma posse como reitor do Centro Universitário Municipal de São José

Ele foi eleito de forma direta pela comunidade acadêmica e administrará a instituição pelos próximos dois anos

O Centro Universitário Municipal de São José, mais conhecido pelos alunos como USJ, ganhou novo reitor. Nesta segunda-feira (1) durante cerimônia na prefeitura, o professor Juazrez Perfeito foi empossado pela prefeita Adeliana Dal Pont. Pela primeira vez a unidade será administrada por um reitor eleito de forma direta pela comunidade acadêmica. Ele foi o candidato mais votado em dezembro de 2015 e administrará a instituição pelos próximos dois anos.

Viviana Ramos – Secom/PMSJ

O novo reitor foi eleito pela comunidade acadêmica de forma direta

Perfeito é graduado em Administração pela Universidade Federal de Santa Catarina e em Direito pela Universidade do Vale do Itajaí e doutor em Ciências Econômicas e Empresariais pela Universitat de València, na Espanha. Foi professor titular do Centro Universitário Municipal de São José até ano passado. Também já atuou como professor titular da Fundação Universidade Regional de Blumenau, foi professor e coordenador do curso de Administração da Univali e da Faculdade de Tecnologia Senac – Florianópolis.

A solenidade de posse foi aberta com um cortejo dos professores e da equipe de colaboradores do USJ. Juarez Perfeito agradeceu a presença de todos e destacou que o momento representa uma conquista do Centro Universitário e o cumprimento do compromisso assumido pela Prefeitura de São José. “Este momento finaliza o processo democrático onde professores, alunos e servidores, pela primeira vez, elegem quem os representará junto à comunidade”, disse Juarez.

O novo reitor do USJ salientou ainda que o compromisso é dar continuidade ao trabalho em prol da educação iniciada há uma década. “O nosso município é um dos pouquíssimos do Brasil onde é oferecido, juntamente com o Estado, educação desde a creche até a universidade”, afirmou o reitor.

A prefeita lembrou que em 2013, quando assumiu a Prefeitura, tinha o compromisso de fortalecer o USJ e ao assinar o termo de saneamento de deficiências percebeu que a prioridade não era mais a sede ou o plano de cargos e salários tão solicitados pela comunidade acadêmica. “Descobri que a prioridade era o cumprimento das exigências do Conselho Estadual de Educação para garantir a sobrevivência do Centro Universitário e agora estamos colhendo os frutos dessa decisão”, ressaltou ela.

Segundo Adeliana, o cumprimento de todas das determinações do termo de saneamento permitiu ao USJ manter a condição de Centro Universitário. “Cumprimos com êxito as exigências do termo, atualizando toda a documentação dos cursos, de modo que foi obtida a nota 3.76, quando o máximo é 5 na avaliação de recredenciamento da instituição, que tinha nota inferior a 2 antes de eu assumir, implicando no risco de fechamento do USJ”, relembrou.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
Loading...