Juiz nega pedido de prisão domiciliar para 42 presos em Jaraguá do Sul

Atualizado

A 2ª Vara Criminal da comarca de Jaraguá do Sul, no Norte do Estado, sob a titularidade do juiz Samuel Andreis, já negou 42 pedidos de prisão domiciliar de detentos do Presídio Regional do município. Todos tinham por fundamento a pandemia de Covid-19.

Presídio de Jaraguá do Sul – Foto: Foto: Deap/Divulgação/ND

O magistrado, para basear suas decisões, destacou que o presídio local possui uma unidade de saúde e adota protocolos rigorosos para evitar o ingresso e a disseminação do vírus no ambiente carcerário.

“Entendo que a liberação repentina de grande quantidade de presos, além de poder gerar problemas relacionados à segurança pública e sensação de impunidade, seria até mesmo contrária às próprias recomendações de isolamento social”, explica o juiz.

Além disso, para garantir a proteção dos presos e dos agentes penitenciários, estão suspensas as visitas e as saídas temporárias na unidade prisional, e as audiências ocorrem por videoconferência.

Joinville

Em Joinville, mais de 100 presos foram colocados em liberdade. São detentos do Presídio Regional e da Penitenciária Industrial de Joinville que estavam em regime semiaberto e próximos do fim de suas penas.

O objetivo, explicou o juiz da Vara de Execuções Penais e Corregedor do Sistema Prisional de Joinville, João Marcos Buch, é garantir a saúde dessas pessoas e permitir que dentro das unidades prisionais se abram espaços para aqueles que virão a ser presos.

Leia também

Coronavírus: Mais de 100 presos são libertados em Joinville

Santa Catarina: mais de mil presos são liberados por causa do coronavírus

Saúde